Publicidade

Estado de Minas

Panamá inaugura obra milionária realizada pela Odebrecht


postado em 25/04/2019 22:43

O presidente de Panamá, Juan Carlos Varela, inaugurou nesta quinta-feira um novo serviço de monotrilho, obra milionária que foi realizada por um consórcio integrado pela construtora brasileira Odebrecht, empresa que reconheceu ter pago gigantescas quantias em subornos no país centro-americano.

"É um projeto feito com honestidade, com transparência e com eficiência", disse Varela aos jornalistas durante a inauguração do novo serviço transporte.

O monotrilho elevado vai percorrer 21km, percurso onde foram construídas 16 estações, entre o distrito de San Miguelito, próximo à cidade do Panamá, e a localidade de Novo Tocumen.

As obras, iniciadas em 2015, foram realizadas pelas empresas FCC Construção da Espanha e Odebrecht, com trens da francesa Alstom, sob um custo total de 2,13 bilhões de dólares.

A justiça panamenha investiga as ações da Odebrecht durante os governos dos ex-presidentes Martín Torrijos (2004-2009) e Ricardo Martinelli (2009-2014), assim como o atual, Varela (2014-2019).

A empreiteira brasileira concordou em pagar ao país centro-americano durante 12 anos uma multa de 220 milhões de dólares e colaborar com as investigações.

Durante o governo de Varela, a Odebrecht também participou do projeto de renovação urbana da cidade de Colón e da ampliação do aeroporto internacional de Tocumen.

A companhia também construiu anteriormente a linha 1 do metrô da capital, entre outros projetos.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade