Publicidade

Estado de Minas

Japão investiga desaparecimento de pequena ilha


postado em 02/11/2018 13:17

Uma pequena ilha no norte do Japão, que não pode mais ser vista, parece ter desaparecido e as autoridades estão investigando se foi varrida pela água, o que reduziria ligeiramente a área de superfície das águas territoriais japonesas.

A ilha, conhecida como Esambe Hanakita Kojima, foi oficialmente registrada em 1987 pela Guarda Costeira japonesa, que nem sabia seu tamanho exato.

Até agora, estava 1,4 metro acima do nível do mar e era visível do ponto mais ao norte da grande ilha de Hokkaido, no norte do Japão. Mas agora não pode mais ser avistada.

"É possível que pequenas ilhas acabem sendo erodidas", disse um oficial da Guarda Costeira à AFP.

Um desaparecimento como este "poderia afetar um pouco as águas territoriais do Japão", acrescentou.

O Japão investe na proteção de pequenas ilhas, especialmente o atol de Okinotori, longe de suas grandes ilhas principais, no meio do Pacífico, e que garante grande parte de sua zona econômica especial.

Este país também disputa com a China e a Coreia do Sul a soberania de várias ilhas da região.

O Japão, atingido por frequentes terremotos e catástrofes naturais, nem sempre perde território, às vezes ganha.

Em 2015, uma faixa de 300 metros de terra emergiu da água e apareceu na costa da ilha de Hokkaido. Em 2013, uma ilha vulcânica apareceu a cerca de mil quilômetros ao sul de Tóquio, abrangendo outra ilha e se expandindo continuamente.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade