Publicidade

Estado de Minas

Chegam a sete os mortos no incêndio na Califórnia


postado em 05/08/2018 22:06

O incêndio Carr na Califórnia, que já é o sexto mais devastador do estado do oeste dos Estados Unidos, fez a sétima vítima, um trabalhador de manutenção de linhas elétricas, informaram as autoridades neste domingo (5).

O fogo, localizado 322 quilômetros ao norte de San Francisco, continua crescendo, informou a agência de incêndios da Califórnia, CalFire.

A empresa de eletricidade PG&E; identificou o trabalhador como Jairus Ayeta, que morreu em uma região remota do condado de Shasta, onde operários trabalhavam para restaurar a eletricidade.

"A segurança dos nossos empregados e funcionários é a principal prioridade da PG&E.; Nossas mentes e orações estão com nosso colega falecido, sua família e nossa equipe", disse a empresa em um comunicado.

"Estamos trabalhando com as autoridades para investigar as circunstâncias do incidente", acrescentou.

O incêndio Carr destruiu 62.534 hectares desde 23 de julho, quando as autoridades reportaram uma "falha mecânica em um veículo", que provocou a liberação de centelhas no terreno muito seco e ativou as chamas.

O fogo consumiu mais de 1.600 edifícios, incluindo mil residências, o que o torna o sexto mais destrutivo da história da Califórnia, segundo autoridades do estado.

Mais de 4.200 bombeiros combatem as chamas, mas até agora só conseguiram contê-las em 41%.

Milhares de pessoas foram evacuadas, enquanto outros incêndios avançam pelo estado, embora algumas tenham sido autorizadas a voltar para casa.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade