Publicidade

Estado de Minas

Restos de soldados mortos na Guerra da Coreia chegam aos EUA


postado em 02/08/2018 01:00

Os restos de dezenas de soldados americanos caídos na Guerra da Coreia voltaram finalmente aos Estados Unidos, nesta quarta-feira, 65 anos após o final do sangrento conflito.

O vice-presidente dos EUA, Mike Pence, foi ao Havaí para participar da cerimônia com os familiares dos soldados caídos e receber os restos mortais.

Os 55 ataúdes chegaram envolvidos na bandeira azul e branca das Nações Unidas.

"Alguns chamaram a Guerra da Coreia de guerra esquecida, mas hoje demonstramos que estes heróis jamais foram esquecidos. Hoje nossos jovens estão voltando para casa", disse Pence.

No total, 17 países lutaram na Guerra da Coreia, mas acredita-se que a maioria dos restos mortais pertence a soldados americanos.

Mais de 35.000 americanos morreram na Península Coreana durante a guerra. Destes, 7.700 são reportados como desaparecidos, incluindo 5.300 em território norte-coreano, segundo dados do Pentágono.

A identificação dos restos mortais poderá exigir anos, mas John Byrd, diretor de análise científica da Agência de Defesa POW/MIA (DPAA), declarou que informações preliminares indicam que os restos pertencem a soldados americanos.

A repatriação foi possível após o encontro histórico entre o presidente Donald Trump e o líder norte-coreano, Kim Jong Un.

Trump, criticado pelo ritmo do progresso do que foi acertado com Kim na reunião de 12 de junho, em Singapura, elogiou o líder norte-coreano por "manter sua palavra".

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade