Publicidade

Estado de Minas

Macron 'condena' violência das forças de Israel contra manifestantes


postado em 14/05/2018 19:24

O presidente francês, Emmanuel Macron, "condenou a violência das forças armadas" de Israel contra os manifestantes palestinos na Faixa de Gaza, durante conversas por telefone nesta segunda-feira com o presidente palestino, Mahmud Abbas, e o rei Abdullah II da Jordânia, informou o Palácio do Eliseu.

Macron também reafirmou "a desaprovação da França com a decisão americana de abrir uma embaixada em Jerusalém", e destacou que o status da cidade "só pode ser determinado entre as partes, com base em negociações sob os auspícios da comunidade internacional".

Segundo o Palácio do Eliseu, Macron também "destacou o direito dos palestinos à paz e à segurança", recordando "seu compromisso com a segurança de Israel e a posição francesa a favor de uma solução de dois Estados - Israel e Palestina - que vivam lado a lado com fronteiras seguras e reconhecidas".

Os soldados israelenses mataram 55 palestinos nesta segunda-feira na fronteira com a Faixa de Gaza, em meio a distúrbios e manifestações contra a abertura da embaixada americana em Jerusalém.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade