Publicidade

Estado de Minas

Pentágono diz que aguarda evidências sobre ataque na Síria para definir resposta


postado em 12/04/2018 15:48

Washington, 12 - O secretário de Defesa dos Estados Unidos, James Mattis, afirmou acreditar que houve um ataque químico na Síria e disse que está aguardando provas disso, recusando-se a comentar como ou quando Washington poderá responder. "Não quero entrar em detalhes sobre uma possível decisão relacionada ao último ataque, que é absolutamente indesculpável", disse Mattis nesta quinta-feira no Comitê de Serviços Armados da Câmara dos Representantes.

"Acredito que houve um ataque químico e estamos procurando a evidência real", afirmou. Foi a primeira vez que Mattis disse acreditar que houve um ataque químico em solo sírio. Na quarta-feira, ele afirmou que ainda estava avaliando informações sobre o incidente.

Os EUA estão trabalhando para conseguir que a Organização Internacional para a Proibição de Amras Químicas inspecione a Síria e conduza uma avaliação sobre o ocorrido, afirmou Mattis. Ele acrescentou que a equipe teria pouca autoridade para avaliar a culpa pelo ataque químico. "Nós não saberemos desta equipe de investigação quem fez isso. Eles só podem dizer se encontraram evidências ou não", afirmou o comandante do Pentágono.

Além disso, ele lembrou que o tempo está se esgotando para fazer uma avaliação sobre o incidente, já que o gás se dissipa com o tempo. Fonte: Dow Jones Newswires.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade