Publicidade

Estado de Minas

Conselho de Segurança da ONU debaterá trégua na Síria


postado em 07/02/2018 18:12

O Conselho de Segurança da ONU realizará na quinta-feira (8) uma reunião a portas fechadas para debater um pedido de funcionários da organização para acordar um cessar-fogo humanitário de um mês na Síria, informaram fontes diplomáticas.

Suécia e Kuwait pediram a reunião do máximo organismo da ONU nesta quarta-feira enquanto as forças do governo sírio continuam bombardeando a Guta Oriental, controlada pelos rebeldes, onde matou dezenas de pessoas em um dos piores massacres em um ano.

O coordenador humanitário da ONU para a Síria, Panos Moumtzis, pediu uma trégua de um mês para permitir que a ajuda humanitária chegue aos civis da Guta Oriental.

"Estamos particularmente preocupados com os ataques contra civis e alvos civis, como hospitais. Esses ataques agravam ainda mais o sofrimento civil e comportam um grande número de deslocamentos", assegurou o embaixador da Suécia na ONU, Olof Skoog.

A funcionária de alto escalão da organização internacional Ursula Mueller disse ao conselho no mês passado que o governo sírio bloqueou todos os comboios de ajuda que se dirigiam a zonas sitiadas em janeiro.

"Não houve progresso no acesso humanitário para a ONU e seus sócios às zonas sitiadas, ou de difícil acesso", afirmou o embaixador sueco.

"Um cessar-fogo humanitário permitiria entregar assistência para salvar vidas e retirar centenas de pacientes em estado crítico que precisam de tratamento urgentemente" na Guta Oriental, explicou Skoog.

Mais de 13,1 milhões de sírios precisam de ajuda humanitária, incluindo os 6,1 milhões de deslocados no interior do país.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade