Publicidade

Estado de Minas

Antes de reunião da ONU, C. do Norte diz que força nuclear está quase concluída


postado em 16/09/2017 18:07

Nova York, 16 - Diante da crescente ameaça nuclear da Coreia do Norte e da fuga em massa de minoria muçulmanos de Mianmar, líderes mundiais se reúnem a partir da próxima segunda-feira na Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas para discutir esses e outros desafios - que vão desde a propagação do terrorismo até o superaquecimento do planeta.

Neste sábado, o líder da Coreia do Norte, Kim Jong Un, disse que seu país aproximou-se do objetivo de alcançar um "equilíbrio" militar com os Estados Unidos e que o desenvolvimento de sua força nuclear está "quase concluído".

O destaque durante a reunião da ONU será o presidente dos EUA, Donald Trump, e sua retórica de ameaças contra Pyongyang, além de ser seu primeiro discurso na ONU como presidente.

O novo líder da França, Emmanuel Macron, também fará sua estreia na Assembleia Geral. Eles serão acompanhados por mais de 100 chefes de estado e governo. Fonte: Associated Press

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade