Publicidade

Estado de Minas

Presidente da Câmara dos EUA afirma que eleições foram justas e sem fraude


postado em 29/11/2016 14:19

Nova York, 29 - O presidente da Câmara dos Representantes dos EUA, Paul Ryan, afirmou hoje que as eleições presidenciais foram "bastante justas", rejeitando o discurso do presidente eleito, Donald Trump, sobre fraude eleitoral e a tentativa de recontagem de votos em alguns estados, promovida pela candidata à presidência pelo Partido Verde, Jill Stein.

Ryan, que é republicano, foi entrevistado hoje pela rádio WCLO, em Janesville, Wisconsin. O presidente da Câmara afirmou que não viu "nenhuma evidência de fraude" nas eleições.

Nos últimos dias, Trump disse que milhões de pessoas votaram ilegalmente em três estados em que a democrata Hillary Clinton venceu: Califórnia, New Hampshire e Virginia. Na semana passada, Jill Stein levantou milhões de dólares para financiar uma recontagem de votos em Wisconsin, na Pensilvânia e em Michigan, que foram vencidos por Trump. Fonte: Associated Press.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade