Publicidade

Estado de Minas

Irã abrirá 150 centros de desintoxicação para alcoólatras


postado em 08/06/2015 09:16

O Irã abrirá 150 centros de desintoxicação para enfrentar o recente aumento do alcoolismo em um país onde a bebida é ilegal, indicou nesta segunda-feira o ministério da Saúde.

"Está prevista a abertura de 150 centros de dia de desintoxicação de álcool (...) que também oferecerão programas educacionais", declarou o diretor do departamento de prevenção de drogas do ministério, Alireza Norouzi.

Seis centros, que serão abertos em março de 2016, também poderão hospitalizar os alcoólatras.

O Irã inaugurou seus primeiros centros de desintoxicação para alcoólatras em Teerã no fim de 2013.

As autoridades estimam que há cerca de 200.000 alcoólatras em um país de 78 milhões de habitantes, onde o consumo de álcool, gravemente punido pela lei, foi proibido depois da Revolução Islâmica de 1979. Apenas a minoria cristã pode produzir vinho para seu uso religioso.

Há alguns anos, a polícia realiza testes de alcoolemia durante os controles rotineiros de tráfego, constatando, assim, a magnitude do problema. As pessoas que descumprem a lei podem enfrentar multas de 2 milhões de riais (67 dólares, 60 euros).

A maioria do álcool consumido no Irã é proveniente do contrabando do Curdistão iraquiano e da Turquia, mas os iranianos também podem comprar álcool fabricado no país, mais barato. Além disso, é comum ver na imprensa obituários de pessoas que morreram por consumo de álcool adulterado.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade