Publicidade

Estado de Minas PANDEMIA

Guaxupé triplica multa a quem realizar festas particulares

Cidade teve elevada quantidade de registros de denúncias, atendimentos, notificações e autuações da Guarda Civil, principalmente em festas e reuniões


08/06/2021 16:09 - atualizado 08/06/2021 16:19

Com a superlotação da Santa Casa, Prefeitura de Guaxupé endureceu as normas. Quem descumprir pode ser multado em R$ 2.419,50(foto: SCMG/Divulgação)
Com a superlotação da Santa Casa, Prefeitura de Guaxupé endureceu as normas. Quem descumprir pode ser multado em R$ 2.419,50 (foto: SCMG/Divulgação)
Por causa da superlotação da Santa Casa de Misericórdia da cidade em razão do aumento desenfreado dos casos de COVID-19, Guaxupé, cidade de 51.911 habitantes no Sudoeste de Minas, decidiu apertar o cerco com medidas mais restritivas a partir desta terça-feira, com validade até 21 de junho.

Entre as medidas do decreto municipal estão multas triplicadas para quem descumprir a proibição de realizar festas particulares.

De acordo com o decreto que rege as normas da COVID-19 no município, a multa é de 15 UFM’s (o que corresponde a R$ 2.419,50). Guaxupé é referência em saúde para os municípios de Cabo Verde, Guaranésia, Arceburgo, Monte Belo, Muzambinho, Juruaia e São Pedro da União.

O comércio é bastante ativo, devido à atração que exerce sobre as cidades vizinhas, o que lhe dá o status de cidade centro local. A atividade é exercida por mais de 2.400 estabelecimentos comerciais, de todos os portes e setores.

De acordo com um comunicado da prefeitura, a Associação Comércio e Indústria de Guaxupé (ACIG) foi ouvida para tomar as decisões que preveem o fechamento de todo o comércio aos sábados e domingos.

Foi analisado o cenário em que há o colapso no sistema de saúde da Micro e Macrorregião de Saúde Pública de Guaxupé, com superlotação de leitos tanto clínicos, quanto os de Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Além disso, a incidência de casos positivos de infecção pelo novo coronavírus, a capacidade de atendimento e a velocidade de avanço da doença colocam a microrregião no maior grau de risco conforme as diretrizes do Programa Estadual Minas Consciente.

Festas e reuniões familiares


Foi destacada, ainda, a elevada quantidade de registros de denúncias, atendimentos, notificações e autuações da Guarda Civil Municipal em relação ao descumprimento dos protocolos de segurança sanitária, notadamente a ocorrência de festas e reuniões familiares aos finais de semana.

De acordo com o decreto municipal, a venda de bebidas alcoólicas delivery está proibida nos fins de semana.

O funcionamento de toda a atividade comercial e prestação de serviços será de segunda a sexta-feira, das 5h às 20h,mediante entrega no local com portas entreabertas e barreira física impedindo o acesso do consumidor ao interior do estabelecimento.

Desde o começo da pandemia, Guaxupé tem 3.873 casos recuperados, 671 em isolamento (33 hospitalares e 638 domiciliares) e 100 mortos pela COVID-19.
 
 
 
 
 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade