Publicidade

Estado de Minas SUBNOTIFICAÇÃO?

Minas tem 45 mortes por SRAG indeterminada a cada 10 por COVID-19

Em comparação com 2019, estado apresentou incremento de 699% no número de hospitalizações por Síndrome Respiratória Aguda Grave neste ano


postado em 15/06/2020 16:57 / atualizado em 15/06/2020 17:01

Mortes por SRAG aumentaram em Minas Gerais neste ano(foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press)
Mortes por SRAG aumentaram em Minas Gerais neste ano (foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press)
Minas Gerais tem 45 mortes causadas por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) indeterminada a cada dez provocadas por COVID-19, apontam dados publicados pela revista Piauí nesta segunda-feira.

Foram levados em consideração números disponibilizados até 6 de junho pelo InfoGripe, sistema da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). A iniciativa tem como objetivo monitorar e apresentar níveis de alerta para os casos reportados de SRAG.

A média mineira é bem superior à brasileira. No país, são oito mortes por SRAG indeterminada a cada dez provocadas comprovadamente por COVID-19.

Os registros de SRAG acendem alerta para uma provável subnotificação de casos da COVID-19. O governo mineiro, porém, garante que todos os óbitos suspeitos de coronavírus são testados.

Estados como Paraná e Mato Grosso do Sul apresentam taxas ainda maiores a cada dez casos de óbitos por coronavírus: 51 e 87, respectivamente.

De acordo com os dados publicados pela reportagem, Minas é o segundo estado com menor taxa de mortes por coronavírus no Brasil, com 17 registros por milhão de habitantes. Esse número, porém, sobe para 92, caso sejam considerados os óbitos “incógnitos”.

Se forem levadas em conta apenas os casos de COVID-19 confirmados, o estado com menor taxa de mortes por milhão de habitantes é o Mato Grosso do Sul, com oito. O número cresce para 73, caso sejam considerados os óbitos por SRAG indeterminado.

Historicamente, o Brasil tem como padrão registrar números significativos de óbitos por SRAG indeterminada. Em 2020, porém, a quantidade de registros explodiu e é 13 vezes maior que a média dos cinco anos anteriores. 

Incremento em Minas


De acordo com boletim epidemiológico publicado nesta segunda-feira pela Secretaria de Estado de Saúde (SES), Minas Gerais apresentou incremento de 699% no número de hospitalizações por SRAG em relação ao mesmo período de 2019. Em 2020, foram 15.943 casos registrados, ante 1.996 no ano anterior.

Oficialmente, o governo estadual considera que Minas tem 21.728 casos confirmados de coronavírus, dos quais 481 evoluíram para óbito.

Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade