Publicidade

Estado de Minas

Saúde de Curvelo pede explicações a Kalil

Em nota secretaria do município quer saber onde estão, e quando foram trazidos para capital, pacientes com COVID-19 citados pelo prefeito de Belo Horizonte em entrevista coletiva


postado em 30/05/2020 19:56

Prefeito citou em entrevista que pacientes de Curvelo cinham se tratar do COVID-19 em BH(foto: Flickr.com)
Prefeito citou em entrevista que pacientes de Curvelo cinham se tratar do COVID-19 em BH (foto: Flickr.com)

A Secretaria de Saúde de Curvelo, na região central do estado, emitiu nota cobrando explicações do prefeito Alexandre Kalil (PSD) sobre possíveis pacientes residentes no município, portadores do coronavírus, que foram trazidos para tratamento na Capital. Segundo o comunicado,  "embora a COVID-19 seja doença de notificação imediata, até o presente momento nenhuma notificação oficial chegou a Curvelo dando conta dos supostos casos", citados pelo chefe do executivo de BH.
 
O prefeito de Belo Horizonte, durante entrevista coletiva na noite de sexta-feira (29), quando anunciou que preventivamente não daria prosseguimento ao cronograma de flexibilização da quarentena diante de "dados absolutamente alarmantes em Minas Gerais "  fez a seguinte declaração entre as justificativas para sua decisão: "Fiquei profundamente assustado com o que eu vi. Se Belo Horizonte fosse uma ilha, poderíamos flexibilizar à vontade. Mas não somos uma ilha. Quando você vê ônibus chegando de Curvelo como vimos na televisão, com doentes infectados, quando você vê que 56 doentes chegaram num dia em Belo Horizonte...", disse o prefeito.
 
A nota diz que até aquela data (ontem) todos os pacientes do COVID-19 "vêm sendo tratados aqui mesmo (em Curvelo), não tendo havido ainda necessidade de encaminhamento de nenhum deles para Belo Horizonte" e que dessa forma aguarda contatos da PBH no sentido de apurar o contexto da entrevista e "o mais rápido possível uma explicação para os fatos", para que possa dar uma resposta à população do município.

Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade