Publicidade

Estado de Minas

Alckmin diz que morte de Alencar é uma "grande perda"


postado em 29/03/2011 16:29 / atualizado em 29/03/2011 17:06

A morte do ex-vice presidente José Alencar representa ''uma grande perda'' para o Brasil, disse o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin. O governador paulista soube da morte de Alencar em Brasília, onde esteve para participar de sessão solene no Senado em homenagem aos dez anos do falecimento do ex-governador de São Paulo Mário Covas.


Alckmin ofereceu apoio à família de Alencar em nome do governo do estado. ''[Manifesto] o sentimento do governo de São Paulo à sua família pela perda que representa'', disse o governador. ''O país perdeu um homem exemplar, um empreendedor apaixonado, um homem de fé.''

Veja as fotos da vida do ex-vice-presidente

O ex-governador de SP José Serra também estava no Senado no momento do anúncio da morte de Alencar. Ele lembrou da sua contribuição para o desenvolvimento do país. ''Foi um empresário que construiu um verdadeiro parque [industrial] na área têxtil, produzindo muitos empregos e contribuindo muito para o desenvolvimento do Brasil.''

Confira o infográfico da história de José Alencar

Para Serra, foi um paradoxo que o país tenha tido, durante o período em que Alencar participou do governo, os juros mais altos do mundo. O ex-vice presidente, acrescentou o ex-governador paulista, sempre foi grande crítico da política monetária adotada no Brasil.

Ele também ressaltou a força do político mineiro, que por mais de uma década lutou contra o câncer. ''Foi uma perda para o Brasil. Homem que batalhou como nunca vi ninguém fazer sobre as adversidades da vida e da morte'', disse Serra.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade