Publicidade

Estado de Minas #ESSAÁGUANÃOÉSÓSUA

Campanha do EM contra o desperdício de água tem forte adesão

Leitores e internautas enviaram muitas denúncias de consumo abusivo. Saiba como denunciar


postado em 26/01/2015 06:00 / atualizado em 26/01/2015 07:53

No Bairro São Lucas flagrante de morador que usa a mangueira para lavar parte externa de sua casa(foto: WhatsApp/Reprodução)
No Bairro São Lucas flagrante de morador que usa a mangueira para lavar parte externa de sua casa (foto: WhatsApp/Reprodução)

O primeiro dia da campanha #EssaÁguaNãoéSóSua, lançada ontem pelo Estado de Minas para ajudar no combate ao desperdício de água, mostrou cidadãos preocupados em reverter o problema da escassez do recurso natural e em denunciar os abusos. O jornal e o em.com.br convocaram leitores e internautas a enviar, por meio de mensagens do WhatsApp, fotos, vídeos e relatos de denúncia de abusos no consumo de água. Dezenas de pessoas participaram da campanha colaborativa e enviaram sua contribuição. Nas redes sociais, a iniciativa foi muito comentada e compartilhada. Somente em um dos posts no Facebook, foram mais de 200 compartilhamentos. Em outro, foram 264 compartilhamentos até o início da noite de ontem.

Em uma das denúncias, um leitor mostrou o flagrante de um morador da Rua Alberto Bressane, no Bairro São Lucas, usando a água de uma mangueira para “varrer” a frente de casa. Um detalhe: o fato ocorreu logo depois da chuva de ontem à tarde na capital mineira. De acordo com a mensagem, o morador flagrado desperdiçando água costuma lavar a área externa da casa e a rua pelo menos três vezes por semana. “Ele fica, em média, duas horas com a mangueira ligada. Lava seu carro e também o da namorada”, contou o leitor.


Outras denúncias mostram a falta de consciência de algumas pessoas que foram cobradas pela população por estarem desperdiçando água. Em Timóteo, no Vale do Aço, um homem que lavava o carro com a mangueira aberta, ao ser abordado pelo vizinho, respondeu: “Quem paga a conta sou eu”. Há ainda fotos e vídeos que denunciam o mau uso da água em espaços públicos, caso de um funcionário que usava uma mangueira potente para lavar a calçada em frente à Estação Lagoinha, da CBTU. Os leitores mostraram ainda vazamentos locais onde a Copasa já teria sido chamada mais de três vezes, caso da Rua Tibagu, no Bairro São Francisco, em Santa Luzia.

Em Timóteo, flagrado lavando carro, homem disse que quem paga conta é ele(foto: WhatsApp/Reprodução)
Em Timóteo, flagrado lavando carro, homem disse que quem paga conta é ele (foto: WhatsApp/Reprodução)


COMENTÁRIOS Entre os comentários nas redes sociais, internautas, além de alertar amigos e parentes sobre a campanha, fizeram apelos para que as pessoas passem a evitar o desperdício. Também foram sugeridas reportagens sobre a importância de preservação das matas ciliares e das nascentes como formas de evitar a diminuição do nível de água em rios e reservatórios. O EM seguirá publicando as denúncias no portal em.com.br as imagens do desperdício.

WhatsApp: envie fotos, vídeos e relatos de desperdício para (31) 8502-4023

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade