Publicidade

Estado de Minas

Libertado o primeiro réu do caso Bruno

Flávio Caetano de Araújo, motorista do goleiro, deixou a penitenciária Nelson Hungria na madrugada deste sábado


postado em 27/11/2010 07:09 / atualizado em 27/11/2010 09:55

Foi libertado, na madrugada deste sábado, o primeiro réu do caso Bruno acusado pelo desaparecimento e morte de Eliza Samudio. Por meio de um habeas corpus, a Justiça de Contagem mandou soltar o motorista Flávio Caetano de Araújo, que estava preso na penitenciária Nelson Hungria, em Contagem, na Grande BH. No início da madrugada, o advogado do acusado, Antonio da Cosa Rolim, chegou ao presídio e, por volta de 1h30, o réu pode deixar a cela.

Flávio estava preso desde o dia nove de julho, junto com Wemerson Marques de Souza, o Coxinha, e Elenílson Vítor da Silva, caseiro do sítio do goleiro Bruno. O motorista havia sido detido porque, segundo o inquérito policial, teria levado o filho de Eliza Samudio até a casa de uma amiga da mulher do goleiro, Dayane dos Santos. Flávio prestava serviços para o jogador como motorista.

O advogado dele informou por telefone que "Flávio não irá falar com a imprensa até o dia 10 de dezembro onde haverá a sentença do caso e será decidido quem vai a júri e quem não vai". Segundo o advogado, se Flávio não for pronunciado na sentença ele poderá ser excluído do caso. O advogado disse que vai conversar com a família nesse fim de semana e que a partir de segunda-feira pretende dar uma coletiva à imprensa.

O alvará de soltura foi concedido ao motorista devido à revogação da prisão preventiva, já que a juíza entende que não há motivos para que ele fique preso. Para o advogado ficou clara a inocência de Flávio.  A partir de agora ele poderá responder em liberdade.

Flávio prestava serviços de peruagem para Bruno e Dayane em seu próprio carro, mas também prestava serviços a outros jogadores.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade