Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Publicidade

Estado de Minas

ROTEIRO GASTRONÔMICO


postado em 15/11/2018 05:05

O chef Cristóvão Laruça comanda o Caravela, que funciona no Museu Abílio Barreto(foto: Leandro Couri/EM/D.A Press)
O chef Cristóvão Laruça comanda o Caravela, que funciona no Museu Abílio Barreto (foto: Leandro Couri/EM/D.A Press)


MEXICANO

MORADA MEXICANA
O restaurante pertence às irmãs Carla e Rafaela Assumpção, que comandaram bufê que servia comida mexicana em eventos e aniversários. Os pedidos foram tantos que a dupla decidiu abrir o restaurante na Savassi. O prato totopos (R$ 26, individual) reúne chips de tortilha de milho artesanal, guacamole, chilli beans (carne temperada com frijoles e pimenta), sour cream (creme azedo) e salsa pico de gallo (à base de tomate, levemente apimentada). Já o taco de tinga de pollo traz frango desfiado com molho de tomate e chicória (R$ 13, individual). No cardápio, não faltam os famosos burritos (R$ 13), recheados ao gosto do freguês. São várias opções: abacate, carne bovina, frango ou pernil – todas levam feijão refrito (em forma de purê), queijo, pico de gallo e ketchup mango. Outra opção é a dupla de flauta (R$ 15): tortilla de milho enrolada e recheada de escondidinho à escolha (camarão, carne-seca ou mandioca com queijo). Para beber, há as cervejas mexicanas Corona (long neck, R$ 10), além das brasileiras Heineken (R$ 7) e Backer (de R$ 16 a R$ 22), entre outras. Rua Antônio de Albuquerque, 369, Savassi. (31) 3646-2969. Ter. a sáb., 18h/23h; dom., 18h/22h.
Cc.: todos (exceto Amex); (Alelo e Sodexo); wi-fi.

NATURAL

ESPAÇO 100% ORGÂNICO
A casa tem um pouco de restaurante, padaria e sacolão. A proposta é servir e vender alimentos de origem exclusivamente orgânica. Das 11h30 às 14h30, serve-se almoço no sistema self service (R$ 49,90/kg). Para cada dia da semana, há uma pedida especial, que depende da disponibilidade dos fornecedores. Na segunda-feira, costuma ser servida a lasanha de abobrinha ou de berinjela. O tropeiro vegetariano é a pedida das quartas. Na quinta, há estrogonofe (de frango ou de boi) com batatas douradas. Sexta é dia de feijoada vegetariana e de salada de berinjela frita ao vinagrete e mel. Fora do horário de almoço, pode-se consumir bolos, tortas, sanduíches e salgados integrais. Na mercearia, o cliente encontra pães, bolos, farinhas de trigo e de mandioca, temperos, castanhas e sucos. As folhas vêm de uma fazenda no interior de Minas. Os grãos e derivados são provenientes do Sul do país. As frutas chegam do interior paulista; castanhas e laticínios vêm do Nordeste. Av. Brasil, 1.320, Santa Efigênia. (31) 3033-5263. WhatsApp: (31) 99396-9000. Seg. a sex., 9h/17h (almoço: 11h30/14h30).
Cc.: todos; (Alelo).

PORTUGUÊS

CARAVELA
Depois de funcionar em um condomínio em Casa Branca, o restaurante se mudou para o Museu Histórico Abílio Barreto, no Bairro Cidade Jardim. Sob comando do chef português Cristóvão Laruça, oferece pratos executivos (de R$ 30 a 35) de terça à sexta-feira, que podem ser picadinho à caravela, bacalhau à Brás, bacalhau espiritual, bife a café ou copa-lombo. Nos fins de semana, serve apenas pratos à la carte. A tradição lusitana dá o tom já nas entradas – bochechas de porco defumadas com cogumelos e tomates confitados (R$ 28) e bolinho de bacalhau (R$ 35, oito unidades; R$ 20, porção com quatro). A casa prepara camarões-rosa à moda de Goa (R$ 168), em combinação com banana-da-terra, leite de coco e condimentos leves, acompanhados de arroz aromático jasmine. O polvo G, cozido lentamente com batata-doce, tomates e coentro, chega à mesa acompanhado de arroz branco (R$ 140). Outra pedida é o lombo de bacalhau do Porto (R$ 138), com batata-inglesa, cebolas, tomates, pedacinhos de bacon de fumeiro artesanal e hortelã, servido com arroz branco. Todos esses pratos servem duas pessoas. As sobremesas são tradicionais, como o toucinho do céu (torta com amêndoas e ovos; R$ 18, simples; R$ 25 com sorbet). Para acompanhar há 70 rótulos de vinhos portugueses (a partir de R$ 66 a garrafa), além de cervejas artesanais e drinques. Museu Histórico Abílio Barreto. Avenida Prudente de Morais, 202, Cidade Jardim. (31) 99585-5804. Ter. e qua, 11h30/14h30; qui., 11h30/14h30 e 19h/23h30; sex., 11h30/16h e 19h/23h30; sáb., 12h/16h30 e 19h/23h30; dom., 12h/16h30.
Cc.: todos; wi-fi.

VARIADO

SALUMERIA CENTRAL
O coração da casa é o balcão frigorífico com queijos, embutidos e carnes curadas, tudo comprado de pequenos produtores mineiros e do Sul do país. Para começar, sugerem-se fatias dos queijos canastra, canastra real e imperial da Serra do Salitre (R$ 34, 270g). Massas representam a maioria dos pratos individuais, como o nhoque com ragu de carne (massa de batata com grana padano ao molho de carne; R$ 48) e o tagliatelle alla boscaiola (leva cogumelo fresco, bochecha de porco, vinho branco, ervas frescas e manteiga; R$ 48). Entre as carnes, sugestões são a panturrilha de porco com batatas confitadas no azeite e legumes (R$ 47, duas pessoas) e o prime rib suíno defumado com aligot mineiro (purê de mandioca com queijo canastra e mostarda refogada; R$ 48, individual). Oferece feijoada completa (R$ 38, individual) somente no almoço de sexta-feira e sábado. Para a sobremesa, as opções são tábua mineira de doces caseiros (R$ 9), tiramisù (R$ 16) e semifredo de chocolate com pistache (R$ 16). Carta de vinhos com cerca de 35 rótulos (entre R$ 45 e R$ 170 a garrafa). Localizado próximo ao Viaduto Santa Tereza, o restaurante oferece bela vista do Centro de BH e tem obras do videoartista Eder Santos, um dos sócios. Rua Sapucaí, 527, Floresta. (31) 2552-0154. Seg., 11h30/14h30; ter. a qui., 11h30/15h e 18h30/0h; sex., 11h30/15h30 e 18h30/1h; sáb., 12h/16h e 18h/1h; dom., 12h/16h.
Cc.: todos; wi-fi.

SANDUÍCHES

DELI HANDMADE
Quase tudo é feito no local: maionese, pastrami, molhos e churros, além dos hambúrgueres. Os destaques são o sanduíche de salmão gravlax com creme cheese, tomate-maçã, cebola-roxa e molho tarê no bagel de gergelim preto (R$ 32,90) e o hambúrguer angus com queijo gruyère, picles de cebola-roxa, bacon, tomate-maçã, alface-americana e ovo crocante (R$ 38,90). Novidade, o dio mio é composto por carne angus, queijo provolone, pasta de tomate, redução de vinho, parma crocante e rúcula (R$ 37,90). Para petiscar, uma das pedidas é a kafta de angus com molho bluecheese (R$ 18,90; porção com seis unidades). Para fechar, minichurros com doce de leite cremoso e calda de chocolate meio amargo (R$ 21,90; quatro unidades). Cervejas (long neck) e chopes (300ml) a partir R$ 7,90. Drinques a partir de R$ 18,90. Destaque para o sol de verão, que leva suco de laranja, grenadine e vodca (R$ 22,90). Rua Professor Antônio Aleixo, 591, loja 1, Lourdes. (31) 3564-6370. Delivery: (31) 2527-7171. Ter. a sáb., 18h/0h; dom., 15h30/23h.
Cc.: todos; wi-fi.

SAVÁ CAFÉ & PUB
Funciona no coração da Savassi, no térreo do Restaurante La Traviata. Quase todas as pedidas são produzidas diariamente no local, incluindo o bife do hambúrguer (180g). O Savá tem carne bovina, queijo prato, cebola caramelizada e bacon (R$ 25), enquanto o jalapeño burguer traz carne, pão australiano, pimenta jalapeño, queijo gorgonzola e pesto de tomate seco (R$ 25). O proprietário Rafael Biagioni diz que tudo é fresco e a carne não é congelada. Ketchup, maionese, aioli e sour cream (creme inglês à base de natas) são produzidos lá. Veganos têm a opção do falafel sandwich, que custa R$ 25: pão francês, hambúrguer de falafel (grão-de-bico, arroz integral e lentilha), abobrinha assada, hortelã e rúcula. Para acompanhar os sandubas ou para petiscar há duas versões de batata: rústica – temperada com alho, alecrim e aioli de ervas (R$ 8) – e crinkle, coberta com sour cream de parmesão (R$ 10). O chope da Küd está disponível nas versões pale ale, pilsen e wit pier (R$ 9; 300ml). A lista de cervejas reúne rótulos tradicionais (a partir de R$ 7, long neck) e artesanais, incluíndo fabricação própria (a partir de R$ 17, long neck). Também prepara drinques. O tea & tonic, à base de gim, chá de frutas vermelhas, hortelã e água tônica, custa R$ 19. Avenida Cristóvão Colombo, 282, Savassi. (31) 3261-6392. Ter. a sáb., 18h/23h45; dom., 18h/23h.
Cc.: todos; wi-fi.

SORVETES

FRUTOS DO BRASIL
Oferece cerca de 50 opções de sorvetes e picolés artesanais. Alguns produtos têm até 80% de polpa e não levam açúcar nem lactose. Entre os sabores estão mangaba, jaca, araticum e cajá-manga. O trio campeão de vendas é graveola, pequi e milho-verde. Também se destacam os sorvetes ninho trufado, doce de leite, leite condensado e iogurte com frutas vermelhas. A maioria dos sabores está disponível em picolés (R$ 4,90) e sorvetes (R$ 6,99/100g; R$ 8,99/100g, light). Picolés especiais custam R$ 5,90. É o caso da linha premium, que leva cobertura de chocolate nos sabores baru, coco, cupuaçu, maracujá, melão italiano e morango. Qualquer sorvete pode virar milkshake (R$ 13,90). A sorveteria vende também açaí (R$ 10/300ml; R$ 11/500ml; R$ 20/1l), acompanhado de banana e granola, e petit gâteau, com duas bolas de sorvete à escolha (R$ 17,90). Rua Pouso Alegre, 873, Floresta, (31) 2514-5792. Diariamente, 12h/19h.
Cc.: apenas débito;
(Alelo).

BARES

CABERNET BUTIQUIM
Dedicada ao vinho, a casa oferece cerca de 150 rótulos (de R$ 49 a R$ 250 a garrafa). Quem preferir taça pode escolher entre quatro opções de espumante e vinhos branco, rosê e tinto, alternadas semanalmente (a partir de R$ 12). Para acompanhar, carnes e legumes marinados em azeite podem ser combinados em trio por R$ 28,50. A tábua da casa é outra opção: tem queijos, presunto de parma, salaminho italiano e mortadela italiana com pistache (R$ 69). Para petiscar, sugerem-se almôndegas ao molho de tomate fresco e queijo gratinado (R$ 38), carne de sol com mandioca e farofinha (R$ 45) e panelinha de costela com nhoque frito (R$ 46). Entre os pratos mais pedidos estão o risoto de carne de sol desfiada puxada no azeite com cebola-roxa, arroz vermelho e castanha (R$ 39) e a macarronada parpadelli ao ragu de três carnes (R$ 38). Sobremesa: mousse de doce de leite com caramelo salgado (R$ 14) e brownie de chocolate com sorvete de blueberry (R$ 24). Rua Levindo Lopes, 12, Savassi. (31) 3889-8799. Ter. a sáb., 11h30/0h; dom., 11h30/16h.
Cc.: todos; tíq (apenas no almoço executivo, de segunda a sexta); wi-fi.

MI CORAZÓN
O produtor cultural e DJ Adair Groove comanda a casa, uma mistura de pub e boteco. À noite, atrações musicais e festas temáticas são frequentes. Assinado pela chef Mika Costa, o cardápio lista pratos e tira-gostos a R$ 20, como a linguicinha de porco defumada ao molho de jabuticada, o fish and chips (filé de peixe-branco empanado em farinha panko com chips de batata-doce e aiolis de limão-siciliano e de pimenta sriracha) e a batata rústica com cheddar e bacon. O carpaccito, acompanhado de pão, é carpaccio de filé ao molho de mostarda americana, hortelã, maracujá e mel (R$ 25). Os sanduíches de ciabatta custam R$ 15. O de roastbeef de filé leva mostarda, queijo gouda, alface-americana e tomates confitados. Veganos têm à disposição o sanduíche de três tomates (fresco, seco e confitado) em pão australiano com pesto de hortelã e rúcula. A carta de drinques traz pedidas tradicionais (como sex on the beach, mojito e bloody mary; R$ 15 cada). Drinques foram batizados com nomes de canções em espanhol (R$ 18 cada): destacam-se o la diabla (maracujá, pimenta-rosa, grenadine, vodca e tripe sec) e o quizás, quizás, quizás (infusão de capim-limão com pera, soda de maçã verde e vodca).
Cervejas a partir de R$ 8 (long neck). Todas essas opções integram o cardápio noturno. No almoço, a casa funciona como restaurante, servindo pratos do dia (R$ 16,90), executivos (R$ 19,90) e risotos (R$ 19,90). Rua Sapucaí, 511, Floresta, (31) 2531-7150.
Seg., 11h/16h; ter. a sex., 11h/16h e 18h/1h; sáb., 11h/2h.
Cc.: todos (exceto Amex); wi-fi.

RESTAURANTES

CARNES

ANCHO
A casa ganhou o nome da parte nobre do contrafilé. Especializada em carnes, trabalha com fornecedores da Argentina, Uruguai e do Sul do Brasil. São oferecidas três opções de ancho em peças de 300g: regular (R$ 28), angus premium (R$ 55) e wagyu superpremium (R$ 128). Outra pedida é o chorizo, corte localizado na parte central do contrafilé com capa de gordura externa (R$ 39; 300g). Essas pedidas servem bem uma pessoa. Elas podem vir com acompanhamentos individuais: porções de arroz, batata frita, batata com gorgonzola, farofa com ovos ou purê de batata-doce (R$ 12 cada). Na seção Compartilhando estão as pedidas mais alentadas: ancho em tiras (500g de corte fino do filé de costela fatiado sobre pedra de sal do Himalaia; R$ 55) e t-bone angus (500g do corte que compreende o filé-mignon e a parte central do contrafilé; R$ 98). Há várias opções de entradas e tira-gostos: carpaccio de filé ao molho de mostarda dijon e minissalada de rúcula (R$ 24), linguiça de filé de costela angus com chimichurri e farofa de torresmo (R$ 28), croc baiano, pastel artesanal recheado com bobozinho de camarão (R$ 32) e papas rústicas, com batata-canoa, bacon e molho gorgonzola (R$ 18). Rua Vitório Marçola, 160, Anchieta. (31) 3656-0473. Ter. a sex., 18h/0h; sáb., 12h/0h; dom., 12h/18h.
Cc.: todos; wi-fi.

ESPANHOL

LA TABERNA
Espaço dedicado à cultura flamenca, promove apresentações musicais e de dança. Sob comando de Carlos Carretero, a cozinha prepara pratos típicos espanhóis, como as tortillas, com recheios diversos (R$ 24), e a paella a la valenciana, com arroz, frutos do mar, coelho e açafrão (R$ 120, serve duas pessoas). Há também a versão vegana da paella, com berinjela, alcachofra, cenoura, pimentão e cebola (R$ 62, para duas pessoas). Outras sugestões são o arroz negro com lula, pedaços de polvo e pimentão vermelho (R$ 48, individual) e o penne à macarena, com gorgonzola e espinafre (R$ 32, individual). Para entrada, sugere-se o camarão com dedo-de-moça, acompanhado por cesta de pães (R$ 48) e a lula à dorê (R$ 32). Sobremesa: creme catalana (R$ 16), churros de doce de leite com chocolate belga (R$ 16, quatro unidades). A carta de vinhos reúne rótulos espanhóis, franceses, uruguaios e chilenos (a partir de R$ 56 a garrafa). Cervejas tradicionais custam R$ 8, enquanto as artesanais são vendidas a partir de R$ 20. Chope Stella Artois (R$ 7,50). Na happy hour de quarta e sexta-feira, das 18h às 21h, o cliente que pedir drinque, chope ou taça de vinho ganha uma tapita (tira-gosto). Rua Antônio de Albuquerque, 290, Funcionários. (31) 3653-9392. Ter. a sáb., 18h/1h; dom., 12h/18h.
Cc.: todos; wi-fi.

INDIANO

INDIAN GOURMET
Comandado pelos indianos Virendra Singh e Sunil Bhandari, o restaurante pode receber 50 pessoas. Uma das entradas é o chicken lasooni tikka – frango marinado com iogurte caseiro (R$ 30). Há também opções sem carne: garlic paneer tikka (ricota fresca marinada no iogurte com alho; R$ 28) e paneer kulcha, feito com queijo de minas, trigo, iogurte e ovos (R$ 20). Entre os pratos principais se destaca o chicken curry, frango preparado com a especiaria indiana (R$ 51). O mutton rogan josh é opção de cordeiro cozido (R$ 69). O gourmet shrimp (camarão assado acompanhado de pão e arroz especial) custa R$ 89. Quem não come carne pode pedir chickpea with masala, feita com grão-de-bico (R$ 45); palak paneer, que leva espinafre e ricota cozida (R$ 46); e o mix veg with garlic sauce, com cenoura, batata e ervilha (R$ 44). Os pratos vêm com açafrão e arroz. A sobremesa mais famosa é o ras malai: bolinha de leite com açafrão, leite condensado e amêndoas (R$ 20). Serve lassi, bebida típica feita com iogurte caseiro e cardamomo, disponível nos sabores manga e morango (300 ml; R$ 16). A carta de vinhos reúne cerca de 20 rótulos (de R$ 69 a R$ 119 a garrafa). Rua Alvarenga Peixoto, 585, Lourdes. (31) 2555-9005. Ter. a qui., 19h/23h30; sex. e sáb., 12h/15h30 e 19h/23h30; dom., 12h/15h30.
Cc.: V, M, E; wi-fi.

JAPONÊS

KANPAI
O restaurante japonês no Bairro Anchieta não tem cardápio impresso. O cliente faz o pedido por meio de um tablet com software interativo e fotos das opções. O garçom apenas o orienta e traz as refeições à mesa. Entre os destaques do cardápio estão o maguro kanpai (R$ 26,90), preparado com atum em crosta de gergelim com chantili de wasabi, e o gunkan de salmão com cream cheese (R$ 27,90; seis unidades). Entre as entradas, há ceviche de peixe branco, polvo, lula e camarão marinados em molho especial (R$ 15,90, individual; R$ 34,90, para compartilhar). A carta de drinques é assinada pelo bartender João Natas. O japan kizan leva rum de tangerina, suco de maracujá, suco de limão e espuma de limão-siciliano (R$ 19,90). Também faz sucesso o grand sour: saquê com pedaços de limão-siciliano, gengibre, mel e licor de laranja (R$ 23,90). Parte dos ingredientes vem do jardim cultivado no local pelo chef Adair Silva. Lá tem lichia, limão-siciliano, maracujá, acerola, jabuticaba, flores comestíveis e temperos. Rua Pium-í, 1.122, Sion. (31) 3656-4621. Dom. e seg., 18h/23h; ter. a qui., 18h/0h; sex. e sáb., 18h/1h.
Cc.: todos (exceto Dinners); wi-fi.


Publicidade