" /> " /> " />
Publicidade

Estado de Minas

5 poderosas dicas de estudo para sucesso na OAB


postado em 05/08/2016 18:00

Todos os acadêmicos de Direito sabem ou saberão o quanto complicado se mostram os estudos para o Exame da OAB, diante do mar de conteúdos existentes. Abaixo sugerimos cinco poderosas dicas de estudo para obtenção de êxito no certame.

  1. Domínio dos enunciados: ler um enunciado parece coisa fácil, mas não podemos subestimar o passo inicial para o bom desempenho em uma questão. Leia as questões dos exames anteriores, minuciosamente, sem respondê-las. Tente descobrir a intenção do examinador, o modo de perguntar, as possíveis estruturas das questões, pois tal prática lhe deixará mais confortável e preparado no momento da realização da prova.
  2. Auto explicação: depois de terminado o estudo acerca de um determinado tema, é hora de ser o professor. Tente explicar para si mesmo o conteúdo estudado, sem, todavia, parafraseá-lo, bem como sem qualquer material de apoio. Discorra sobre o assunto, sobre seus aspectos gerais e peculiaridades. Caso encontre dificuldade em determinadas passagens, volte aos pontos frágeis e tente entendê-los, até conseguir uma ?aula de excelência?.
  3. Resumo: conseguir explicar o conteúdo oralmente nos dá uma boa segurança que de fato dominamos a matéria. Mas nada pode dispensar a escrita, passe sua explicação para o papel, pois esta é uma ótima forma de fixar o conteúdo estudado. Além disso, a escrita é uma arte e exige do praticante uma maior habilidade de organização de ideias, quanto mais se escreve, mais prática se obtém. Nessa etapa, vale a pena voltar ao material estudado para melhor sustentar seu resumo e verificar se não deixou nada para traz, mas não parafraseie. Seja você o doutrinador.
  4. Palavras chave: com o resumo feito, é hora de você mesmo estudá-lo e encontrar os pontos principais de sua obra.  Anote as palavras chave que norteiam o conteúdo, tente conceituá-las e entender a sua importância dentro da matéria.
  5. Criação de questões: depois de passar pelas quatro dicas que tratamos, por que não inverter as posições? Já temos um bom domínio do conteúdo, logo em vez de dedicarmos grande parte do nosso tempo a responder questões ? o que é importante também -, uma boa alternativa se mostra criar as perguntas, passe-se pelo examinador, tente descobrir dentro da matéria quais são os pontos que propiciam a feitura de uma boa questão, onde reside as ditas ?pegadinhas? ou ?exceções das exceções?, é, justamente, nestes pontos que os examinadores gostam de nos pegar desprevenidos.

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade