" /> " /> " />
Publicidade

Estado de Minas

Pela ordem, Presidente


postado em 07/07/2016 15:00

Quando falamos de política, o Brasil vive um dos momentos mais complicados da sua historia. Todo dia estoura na TV mais um escândalo envolvendo nossos políticos.

plenário-camara-federalComo também vivemos uma época de glamourização da política, com transmissões de sessões e CPIs ao vivo pela TV, tem acontecido um frequente interesse da população em acompanhar o dia a dia dos nossos políticos em Brasília. Nessas transmissões, muitas vezes nos deparamos com jargões ditos por deputados e senadores, que, ao pedirem a palavra, dizem: pela ordem, questão de ordem, me permita um aparte. Nos acostumamos com tais jargões, mas por muitas vezes não sabemos o que cada um significa.

Vamos às diferenças:

APARTE É pedido pelo parlamentar para interromper um orador em discurso ou fala a fim de acrescentar algum comentário ou manifestar uma opinião, seja ela a favor ou contra. O aparte pode ser negado pelo orador que está com a palavra.

QUESTÃO DE ORDEM É solicitada para questionar qualquer dúvida sobre interpretação ou aplicação do regimento interno da casa. A questão de ordem será acatada ou não por decisão do Presidente da sessão da casa legislativa, cabendo recurso para decisão do plenário em caso de não acatada.

PELA ORDEM É pedido para indagação sobre andamento dos trabalhos, reclamação quanto à observância do Regimento, indicação de falha ou equívoco em relação à matéria da Ordem do Dia, vedado, porém, abordar assunto que já tenha sido arguido e já tenha sido resolvido pela Presidência da casa em questão. Este não poderá recusar a palavra ao parlamentar que solicita pela ordem, mas poderá questionar o requerente a respeito de qual artigo regimental está sendo desobedecido. Caso o parlamentar não o saiba, cabe a cassação da palavra.

Agora ficará mais fácil acompanhar o nosso legislativo trabalhando e entendermos mais cada pedido dos parlamentares.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade