Publicidade

Estado de Minas MÚSICA

Viola de Feira reúne 20 instrumentistas em sua primeira edição on-line

Paulo Freire, Wilson Dias, Sol Bueno, Letícia Leal, Pereira da Viola e Chico Lobo estão entre as atrações do evento, que começa neste domingo


04/04/2021 04:00

Wilson Dias, coordenador do festival, diz que o lugar da viola é
Wilson Dias, coordenador do festival, diz que o lugar da viola é "no meio do povo" (foto: Élcio Paraíso/divulgação)


A viola caipira é a estrela do festival on-line que começa neste domingo (4/4) e apresenta shows de vinte artistas até 25 de abril. A programação destaca diversas gerações de instrumentistas, chamando a atenção para a versatilidade do instrumento.
 
“Preservar nossa cultura e nossas tradições se faz cada vez mais importante à medida que desejamos manter aquecidas as nossas conexões”, afirma Wilson Dias, idealizador do Viola de Feira, que chega agora à quarta edição.

PANDEMIA Tradicionalmente realizado com plateia no Centro Cultural Padre Eustáquio, em Belo Horizonte, o evento agora experimenta o formato on-line por causa da pandemia. Além de Pereira, vão se apresentar Paulo Freire, Chico Lobo, Fernando Sodré, Sol Bueno, João Arruda, Ivan Pestana, Rodrigo Delage, Letícia Leal, Padre Paulo Morais, Zaak Porto, Jéssica Soares, Gustavo Guimarães, Felipe Dias, Josino Medina, Ivan Vilela, Nádia Campos, Levi Ramiro, Jorge e Lívia Viola.
 
Dizendo-se um “matuto moderno”, Wilson conta que o festival nasceu de um sonho antigo. Tudo começou quando ele participava de um seminário em Brasília, no qual se discutiu a importância da presença de violeiros em megashows, exposições agropecuárias e grandes eventos.
 
Na opinião dele, a viola tem características próprias. “A vocação dela são as feiras, as praças, bem ali no meio do povo, participando mais intimamente de coisas ligadas a algo mais orgânico”, afirma. No início, Viola de Feira convidava três instrumentistas, mas, segundo Wilson, “já com o propósito de se transformar em um grande mutirão de cantoria e amor pela cultura brasileira.”
 
Dias e a Picuá Produções aprovaram o projeto na lei municipal de incentivo à cultura. “Fizemos três edições na feira coberta do Padre Eustáquio e sentimos a força do evento. Para a nossa surpresa, apareciam por lá cerca de mil pessoas a cada domingo”, relembra.
 
Viabilizada pela Lei Aldir Blanc, a quarta edição do festival reunirá artistas de vários estados. “Estamos muito felizes, não é fácil trazer tantos músicos”, comenta o organizador.
 
Foi-se o tempo em que rodas de violeiros reuniam apenas homens. Neste domingo, Sol Bueno abre a programação. “Trago em meu repertório as vivências e a conexão com a região do cerrado. Em minhas composições, voz e viola caminham sutilmente”, diz ela.
 
Já em seu primeiro álbum “Poeira dançante” (2017), vencedor do 1º Prêmio da Música Popular Mineira, Sol apostava numa linguagem feminina. “A viola se uniu ao corpo da mulher para expressar as raízes cantadas, tecidas e benzidas que habitam a alma e o som pode alcançar. Nela, cabe ser terra, bicho, pedra, mato, chá, conversa, reza e sonho. Corpo de música em que poesia, leveza e força cabem roseanamente”, diz.
 
Outro destaque do festival é o instrumentista, escritor e contador de histórias Paulo Freire, atração de 11 de abril. “Meu show será como se estivéssemos numa feira ao ar livre, tocando viola e contando causos. O show está muito interessante, bastante divertido”, diz o músico paulista.

LIVROS Violeiro aclamado nacionalmente, Freire planeja 15 lives para breve, viabilizadas pela Lei Aldir Blanc. E também divulga seus livros – o último, “Chão”, foi lançado há dois anos. “Foi uma viagem que fiz pelo Brasil, um diário de bordo. Terminei outro agora, “Selva”, produzido durante a pandemia”, conta.
 
Letícia Leal será outra atração em 11 de abril. Sem se prender à tradição, a violeira flerta com o pop e a MPB. “Meu show terá canções que passeiam por minha trajetória, do início da carreira a músicas compostas durante a quarentena. Elas falam um pouco de amor e da luta da mulher, os temas são bem variados”, adianta.
 
programação

Transmissões aos domingos, 
às 11h, no canal da Picuá 
Produções no YouTube

» HOJE (4/4)
Sol Bueno, João Arruda, Evan Pestana, Rodrigo Delage e Pereira da Viola

» 11/4
Letícia Leal, Padre Paulo Morais, Zaak Porto, Paulo Freire e Chico Lobo

» 18/4
Jéssica Soares, Gustavo Guimarães, 
Felipe Dias, Josino Medina e Ivan Vilela

» 25/4
Nádia Campos, Fernando Sodré, 
Levi Ramiro, Jorge e Lívia Viola e Wilson Dias 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade