Publicidade

Estado de Minas NA ALEGRIA E NA SURPRESA

'Finalmente...sim!' mostra casamentos de pombinhos que atravessaram o inferno

Reality da Netflix promove a festa dos sonhos de quem superou grandes crises. No formato, um dos cônjuges desconhece o plano do outro 


postado em 03/07/2020 04:00

Marcus e Tiffany formam o casal do primeiro episódio do reality sobre casamentos que a Netflix lançou anteontem. Em Finalmente... sim!, um dos cônjuges desconhece o plano de ir para o altar (foto: NETFLIX/DIVULGAÇÃO)
Marcus e Tiffany formam o casal do primeiro episódio do reality sobre casamentos que a Netflix lançou anteontem. Em Finalmente... sim!, um dos cônjuges desconhece o plano de ir para o altar (foto: NETFLIX/DIVULGAÇÃO)
 
Sob o prisma atual, Finalmente... sim! (Say I do), novo reality show de casamentos da Netflix, já nasce anacrônico. Pois, em meio à pandemia do novo coronavírus, fica difícil imaginar como serão as celebrações da união de um casal em um futuro próximo (que, por ora, parece tão distante). Mas basta assistir aos primeiros minutos do programa, que estreou nesta quarta (1º) na plataforma, para se render às histórias.

Realities do gênero viraram uma febre, como o recente (e um tanto inverossímil) Casamento às cegas, que coloca casais para se unir (ou não) sem nunca terem se visto. O sucesso foi tanto que a Netflix já confirmou novas temporadas, inclusive uma versão brasileira de Casamento às cegas para 2021. 

Ainda que seja cedo para prever, pois entrou no ar esta semana, Finalmente... sim! pode seguir o mesmo caminho. Pedigree o programa tem. Foi criado por David Collins, o autor de Queer eye, o reality que a plataforma recuperou da TV convencional e já chegou a cinco temporadas. A premissa é semelhante: profissionais reconhecidos, gays, ajudam casais a ter a festa de casamento dos sonhos.

Só que o caminho para chegar lá é diferente. Lágrimas vão rolar ao longo dos episódios, pode ter certeza. A festa de casamento, na verdade, é surpresa para um dos cônjuges. Sem saber de nada, ele acredita, em boa parte das gravações, que está participando de um programa de relacionamentos. E mais: os casais participantes, que estão em relacionamentos estáveis, passaram por histórias de superação.

Rodado em 2019 em lugares diferentes dos Estados Unidos, Finalmente... sim! é capitaneado pelo estilista Thai Nguyen, pelo decorador Jeremiah Brant e pelo chef Gabriele Bertaccini, os três responsáveis pela produção da festa. 

O episódio de estreia apresenta o casal Marcus e Tiffany. Os dois estão juntos há uma década, têm uma filhinha de 2 anos. Casaram-se há sete, e a celebração foi um horror. Ela odiou o vestido, ele estava de ressaca, houve briga de família e, o pior, um incêndio fez com que todos os convidados tivessem que deixar a festa. Há inclusive uma foto do casal ao lado de um carro dos bombeiros.


VIRADA

No ano anterior, Tiffany passou por um período terrível: em dois meses, ela perdeu o pai e a única irmã. Marcus quer realizar o casamento dos sonhos para ela, pois acredita que a festa poderá significar uma virada em sua vida. Ajudado pelos três experts, ele tenta chegar lá. 

Mais do que a produção a jato da festa, pois eles só têm uma semana para realizar o evento, o que conta no programa são as histórias de vida. O local escolhido por ele foi um parque, um espaço que os dois visitavam pela internet quando não tinham dinheiro para viajar – Marcus chama o período de viagens on-line de “férias de pobre”. 

Os apresentadores acabam se abrindo diante dos dramas pessoais. Na hora de escolher o cardápio, Marcus conta a Gabriele que é diabético desde a infância. Que durante o período mais crítico, Tiffany deixava de comer para que o marido pudesse ingerir comida saudável, mais cara. O chef acaba revelando para ele também sua própria história de superação: há alguns anos, foi diagnosticado com HIV e teve que fazer uma mudança radical em sua vida.

A toada é esta. No episódio protagonizado por Jason e Jonathan, por exemplo, os três apresentadores se emocionam um bocado, pois será o primeiro casamento gay que eles produzirão. E a história do casal é de superação e tanto. 

Planejando seu casamento com Jonathan em 2015, ano em que o casamento gay foi legalizado em todo o país, Jason, que nem havia entrado nos 30, foi diagnosticado com linfoma de Hodgkin. Chegou a ser desacreditado pelos médicos, já que a doença atingiu o estágio 4. Jonathan ficou do seu lado o tempo inteiro, então planeja com Jason uma festa de celebração para a cura do câncer. Mal sabe ele que o companheiro, agora livre da doença, está produzindo um casamento.

O pedido é feito no estádio de futebol americano em que os dois trabalharam. Não dá para não se render. É para chorar, sem culpa. 

  
FINALMENTE... SIM!
• O reality, com oito episódios, está disponível na Netflix


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade