Publicidade

Estado de Minas

Cult...


postado em 25/02/2020 04:00

AMIGOS PARA SEMPRE 
Friends terá especial para plataforma 
(foto: Warner Bros./Divulgação)
(foto: Warner Bros./Divulgação)

O elenco de Friends (foto), cujo último episódio foi ao ar há mais de 15 anos, se reunirá novamente em um especial – sem roteiro – para marcar o lançamento da plataforma de streaming de vídeo HBO Max, em maio. Estima-se que Jennifer Aniston, Courteney Cox, Lisa Kudrow, Matt LeBlanc, Matthew Perry e David Schwimmer, que estrelaram a série por 10 temporadas, receberão entre US$ 2,5 milhões e US$ 3 milhões por esse especial. Além do especial, a WarnerMedia oferecerá em sua nova plataforma todos os capítulos Friends, depois de pagar US$ 425 milhões pelos direitos, anteriormente detidos pela Netflix. Produzida entre 1994 e 2004, Friends ganhou dezenas de prêmios, além de dar fama mundial a Aniston e seus colegas de elenco.

CLINT APOIA BLOOMBERG
Ator declara voto no bilionário

O ator e cineasta Clint Eastwood (foto), conhecido por sua proximidade com o Partido Republicano, decidiu apoiar na eleição presidencial americana de 2020 o bilionário empresário democrata Michael Bloomberg, e não Donald Trump, para quem declarou voto há quatro anos. Em entrevista ao Wall Street Journal, Eastwood, de 89 anos, disse que, embora concorde com algumas das ações do presidente Trump, a política nos Estados Unidos se tornou ‘irritante’. “O melhor que podemos fazer é levar Mike Bloomberg para a Casa Branca”, afirmou. Bloomberg, de 78, é ex-republicano e foi prefeito de Nova York. Eastwood exerceu o cargo de prefeito de Carmel, na Califórnia, por dois anos.

E NEIL YOUNG VAI DE SANDERS
Cantor escolhe socialista

Neil Young classificou o presidente dos EUA, Donald Trump, como uma ‘desgraça’ para o país e declarou seu apoio ao candidato democrata Bernie Sanders, da ala esquerdista do partido. Canadense radicado nos EUA, o cantor se dirigiu a Trump em carta aberta. “Não culpo as pessoas que votaram em você. Apoio o direito de se expressar, mesmo que você tenha mentido para eles e, em muitos casos, acreditaram nas mentiras, são verdadeiros americanos.” Sobre Sanders, afirmou: “Ele tem as respostas de que eu gosto”. Trump já se declarou um fã de Young e afirmou que ele “tem algo muito especial”.

DIRETORIA DA ANCINE
Bolsonaro indica evangélicos

Na sexta-feira (21) anterior ao feriado de carnaval, o presidente Jair Bolsonaro submeteu ao Senado Federal, para apreciação, os nomes de Edilásio Santana Barra Júnior e Veronica Brendler para ocupar a diretoria colegiada da Agência Nacional do Cinema (Ancine). Edilásio é jornalista, apresentador de TV, empresário de eventos e pastor evangélico e já estava na Ancine como superintendente de desenvolvimento econômico. Veronica Brendler é jornalista, produtora cultural, cineasta e idealizadora do Festival Internacional de Cinema Cristão (FICC). Para assumir os novos cargos, os indicados devem passar por sabatina no Senado e precisam ter seus nomes aprovados por comissão e pelo plenário da Casa.

DIVÓRCIO COMPLETO
Harry e Meghan abandonarão “Sussex Royal”

Depois de se afastar oficialmente de suas funções reais em março próximo, o príncipe Harry e sua esposa, Meghan (foto), deixarão de utilizar a denominação Sussex Royal, empregada em sua conta no Instagram (11,2 milhões de seguidores) e registrada em dezenas de produtos. A decisão foi tomada “levando-se em consideração as regras específicas do governo britânico sobre o uso da palavra 'real'”, afirmou um porta-voz do casal. A medida seria uma das exigências da rainha para o acordo de saída das funções reais. “O duque e a duquesa de Sussex não têm a intenção de usar Sussex Royal em nada a partir do período da primavera em 2020”, ressaltou o porta-voz. Harry e Meghan deixarão de ter acesso ao seu gabinete no Palácio de Buckingham a partir de 1º de abril.

NATALIE PORTMAN ESCRITORA
Atriz escreve conto de fadas moderno

Natalie Portman anunciou que lançará seu primeiro livro infantil em outubro deste ano. Chamado Natalie Portman's fables (Fábulas de Natalie Portman), a obra, em inglês, é uma reinterpretação moderna de algumas fábulas clássicas, como a dos Três porquinhos, A lebre e a tartaruga e O rato da cidade e o rato do campo. “Ler histórias é uma das primeiras maneiras de começarmos a praticar empatia. Sentimos os personagens das histórias da mesma maneira que nós mesmos ou nossos próprios amigos”, afirmou Natalie ao site da Editora MacMillan. A atriz observou que os contos clássicos carregam valores como trabalho árduo e a importância de agir com perseverança e coragem, em vez de arrogância e pressa.


Publicidade