Publicidade

Estado de Minas MÚSICA

Show que une capoeira e música erudita tem sessões gratuitas em BH

'Suíte capoeira' será apresentado nesta quarta-feira (14), no teatro do Centro Cultural Minas Tênis Clube, às 18h e 20h30


postado em 14/08/2019 04:00 / atualizado em 13/08/2019 19:06

Espetáculo Suíte capoeira, que une orquestração de temas relacionados à capoeira e jogo de mestres no palco, terá duas sessões gratuitas hoje em BH (foto: Pedro Faria/Divulgação )
Espetáculo Suíte capoeira, que une orquestração de temas relacionados à capoeira e jogo de mestres no palco, terá duas sessões gratuitas hoje em BH (foto: Pedro Faria/Divulgação )


Misturar o popular com o erudito é a proposta do espetáculo Suíte capoeira, que será apresentado nesta quarta-feira (14), em Belo Horizonte, em duas sessões gratuitas (às 18h e às 20h30), no teatro do Centro Cultural Minas Tênis Clube. “A suíte é orquestrada para cordas, sopros, sexteto de arcos musicais junto com a bateria tradicional da capoeira. Ela envolve música, artes cênicas e capoeira. Desta vez, a apresentação terá cenário e iluminação. Na verdade, trata-se de uma ópera-balé, ou seja, tem orquestra e coro, mas com toda uma característica de ópera”, explica o idealizador do projeto, o professor, maestro, musicólogo, multi-instrumentista e compositor Rafael Calaça.

Calaça conta que as apresentações terão ainda a presença de “octeto de capoeira (três berimbaus, dois pandeiros, reco-reco, agogô e atabaque) e de vários mestres capoeiristas de diversos grupos”. É dele a maioria das músicas e todos os arranjos. “Na verdade, são arranjos com orquestra para música da capoeira, visando à técnica da composição. Foram inspirados na musicalidade e em temas da capoeira. Que eu saiba, é a primeira vez que ocorre aqui em BH algo envolvendo orquestra, capoeira, cultura popular e erudita.

O espetáculo é constituído de quatro atos, todos com a mistura de “elementos da cultura europeia, mais simétrica, exata e racional, que colonizou o Brasil e teve influência em todo o mundo, e da brasileira, com mais curvas, variações e sensibilidade, caracterizada pela miscigenação e tendo sobrevivido ao contexto da escravidão”, observa Calaça.

Ainda sobre essa união, o idealizador do projeto afirma que no espetáculo “percebem-se elementos de ambas as matrizes, por meio de variações, contrapontos melódicos e fugas de toadas e cantigas do cancioneiro brasileiro e do repertório mais tradicional da capoeira.”

A Suíte capoeira começou a ser desenvolvida em 2012, em pesquisa com o Quarteto de Cordas União dos Artistas Internacionais (UAI), formado por músicos da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais. “Foi título de pesquisa acadêmica”, conta. Calaça acredita que o projeto fortalece as identidades culturais e incentiva a compreensão da origem e da inserção das diversas vertentes das culturas de matriz indígena e afro-brasileira.

Suíte capoeira
Nesta quarta-feira (14), às 18h e às 20h30, no Teatro do Centro Cultural Minas Tênis Clube – Rua da Bahia, 2.244, Lourdes, (31) 3516-1360. Entrada gratuita, sujeita à lotação. Os ingressos serão distribuídos duas horas antes das sessões.



Publicidade