Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Pós-carnaval


postado em 07/03/2019 05:04



Para quem se acabou no feriado de Momo, deve estar com o corpo todo dolorido – isso sem falar na ressaca, mas esse tema foi abordado ontem. Nada como um bom personal trainer para dar boas dicas de como colocar o corpo de novo no lugar. Giulliano Esperança, diretor técnico da Sociedade Brasileira de Personal Trainers, é quem fala dos efeitos pós-folia.

Segundo o profissional, muitas pessoas ficam resfriadas, gripadas e com dor de garganta depois do carnaval, em consequência do impacto negativo que a intensidade alta do exercício físico exerce sobre o sistema imunológico. Exercícios de alta intensidade deprimem o sistema imunológico. Ele sugere que o folião retome suas atividades físicas com exercícios leves e moderados porque eles melhoram o sistema imunológico.

Outro probleminha é a desidratação, que falamos muito aqui antes do feriado. Uma pessoa pode ter de 60% a 75% de água pelo corpo e a desidratação pode levar a graves efeitos sobre ele, como mau funcionamento dos órgãos, principalmente dos rins. E se tratando de uma desidratação leve, compromete o sistema circulatório, a queda de desempenho físico e até o aumento de risco de lesões musculares.

O período agora é de desintoxicação. Quem farreou já bebeu demais, está na hora de parar um pouco para que o organismo se recupere desse desgaste, o fígado agradece. Os músculos estão estressados e para recuperá-los precisam de exercícios leves e alimentação saudável, o que, provavelmente, não foi feito no feriado, porque na rua, em bloquinhos, o que se faz é beber muito, comer pouco e qualquer coisa.

Giulliano ressalta a importância de se definir uma meta, alcançável, ajustada à vida pessoal e de trabalho. Isso contribui para o sucesso diário, principalmente nos momentos decisivos que envolvem os hábitos de autocontrole alimentar e autogestão de estresse e ansiedade, pois, com uma meta clara em mente, temos escolhas mais saudáveis. Para o personal, o sono é item fundamental. Ele conta que monitora diariamente a qualidade do sono de seus alunos, porque a maneira como a pessoa acorda interfere diretamente em seu desempenho diário, tanto no esforço físico quanto na redução do estresse e da ansiedade.

Outro ponto importante para ele é a disposição física com que a pessoa chega ao final do dia. Se você finaliza o dia esgotado, é importante verificar o nível de aptidão física, se as escolhas alimentares promovem disposição, se está com um programa de treino compatível com o seu estilo de vida, permitindo recuperação completa entre as sessões de treino. Uma preocupação é a obesidade abdominal, que é fator promotor de um estado de inflamação crônica de baixo, traduzindo, é berço praticamente de todas as doenças. Para homens, a cintura abdominal deve estar abaixo de 102cm, e mulheres, abaixo de 88cm. Mais importante que o peso corporal é reduzir a gordura abdominal, indicador fiel de resultado em relação ao emagrecimento.

Guilliano propõe o desafio da roupa, separar uma peça do guarda-roupa que não está servindo, algo que está ao seu alcance e que agora não está nem um pouco confortável, e coloque como meta fazer servir de forma confortável. O desconforto é um ponto importante de mudança; afinal, nada é pior que a sensação de colocar uma roupa e não ficar legal, é uma dor emocional que vai lá na alma. Uma dica: quando ficar em dúvida e sem força para treinar, lembre-se dessa roupa.

Finalizando o personal trainer diz que agora, depois do carnaval, é um excelente momento para fazer check-up e, além dele, ir ao oftalmologista, urologista, ginecologista e dentista para começar o ano “zerado”. (Isabela Teixeira da Costa/Interina)


Publicidade