Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas EM DIA COM A POLÍTICA

O humor de Bolsonaro ao ser questionado sobre a rachadinha do filho Flávio

Presidente visitou o Acre e depois encerrou conversa ao voltar a Brasília


25/02/2021 04:00 - atualizado 25/02/2021 07:55

Bolsonaro não gostou ao ser perguntado sobre a investigação contra Flávio por rachadinha de salário(foto: EVARISTO SÁ/AFP)
Bolsonaro não gostou ao ser perguntado sobre a investigação contra Flávio por rachadinha de salário (foto: EVARISTO SÁ/AFP)


“Estou muito feliz de retornar ao estado do Acre.” Eu, hein! Que felicidade é essa? Resposta rápida: “Logicamente, que as condições hoje são adversas”. Ah! Consertou a tempo o presidente da República, Jair Messias Bolsonaro (até hoje sem partido), em sua passagem pelo Acre. E fez antes um sobrevoo em Sena Madureira, uma das cidades afetadas pelas inundações.

Bem, nem tão feliz assim. “Presidente, qual a avaliação que o senhor fez da decisão do STJ ontem de derrubar a quebra dos sigilos fiscais...” Coitado do repórter abusado. Na mesma hora, o presidente Bolsonaro deixou claro e objetivo: “Acabou a entrevista”. Nada mais disse e foi embora. Para registro, ele falou apenas por dois minutos.

O fato é que, terça-feira, o presidente já tinha baixado uma medida provisória liberando R$ 450 milhões em crédito extraordinário para ações de proteção e defesa civil comandadas pelo Ministério do Desenvolvimento Regional.

Parte do recurso será destinado a municípios locais em estado de calamidade pública. Além das cheias dos rios, o estado enfrenta uma grave crise de saúde pública causada pela COVID-19 e também por causa de um surto de dengue.

Deixando pra lá as notícias vindas do Palácio do Planalto, o jeito é dar uma passada em outro poder, o Legislativo. Mais especificamente, na Câmara dos Deputados. E vai logo para o Conselho de Ética e Decoro Parlamentar, que concluiu a definição dos relatores dos processos disciplinares contra o deputado bolsonarista Daniel Silveira (PSL-RJ) e a deputada suspensa do PSD Flordelis (RJ).

É isso mesmo, a novela continua, mas ganhou novos capítulos ontem. Afinal, pelo andar da carruagem, vai andar a questão de ambos. O primeiro caso ficou definido que ficará a cargo do deputado Fernando Rodolfo (PL-PE). Já o segundo, quem ficou encarregado foi o deputado Alexandre Leite (DEM-SP).

Melhor mudar de assunto. Roberto Bernabei, de 69 anos, é especialista em geriatria e trabalhava na Policlínica do Hospital Universitário Gemelli, de Roma, onde o saudoso João Paulo II foi tratado várias vezes.

O fato novo é que o papa Francisco, de 84 anos, nomeou-o ontem o seu novo médico pessoal, depois da morte do anterior, vitimado pela COVID-19. Francisco, como ele prefere, compareceu ao seu funeral em uma igreja na Cidade do Vaticano. Sendo assim, o jeito é copiar o presidente da República e acabar com a entrevista, ops, o texto de hoje. Afinal, só rezando mesmo…

Adiar imposto

O projeto de lei autoriza a prorrogação dos prazos de alguns tributos federais em 2021, em razão dos efeitos econômicos da pandemia da COVID-19. O texto está em tramitação na Câmara dos Deputados. No caso das pessoas físicas, o texto prevê que, neste ano, a entrega da Declaração de Ajuste Anual do Imposto de Renda (IR) poderá ser feita até 30 de junho. Em geral, esse prazo costuma vencer no fim de abril. O autor é Hercílio Coelho Diniz (MDB- MG): “Essas medidas têm imensa relevância para a manutenção do emprego e da renda e para a sobrevivência das empresas”.

A propósito

“Vivemos um momento de esforço internacional para encarar o coronavírus na busca de minimizar os efeitos na saúde das pessoas e as consequências na economia”. Começou assim o deputado Eduardo da Fonte (PP-PE). Ele propôs projeto para que a restituição do Imposto de Renda deverá ocorrer à medida que forem entregues as declarações de ajuste anual, efetuando-se no prazo máximo de 10 dias contados a partir do recebimento pela Receita Federal.

Minas dividida

“Seja um crimezinho ou um crimezão, eles atentaram contra a ética e o decoro parlamentar. Não compete ao conselho decidir se punições têm que ser diferentes porque os crimes foram diferentes. Isso compete à Justiça”, afirmou o deputado Júlio Delgado (PSB-MG). “Você não pode punir duas vezes a pessoa pelo mesmo erro. Se ele for punido novamente, com a cassação do mandato, na minha visão ele está sendo penalizado duas vezes”, defendeu o líder do Podemos, Igor Timo (MG). O caso de Flordelis, porém, é considerado na Câmara como “favas contadas” a favor da cassação.

Fiscalizar

“A Assembleia fez um gesto importante ao devolver R$ 80 milhões ao Executivo. Isso daria para comprar cerca de 4,5 milhões de doses. A Fundação Ezequiel Dias (Funed) também poderia ter sido fortalecida para cumprir um papel como o do Instituto Butantan, em São Paulo.” A frase é do deputado estadual André Quintão (foto) (PT), líder da oposição na Assembleia Legislativa (ALMG). Ele ressaltou que a oposição será “responsável”, sem abrir mão de apontar falhas, mas também dando apoio aos projetos de interesse público.

É alarmante

“Toda vez que o Judiciário falha no combate à corrupção, ele desce um degrau na percepção da corrupção e é mais um nível alarmante de insatisfação da população ao Judiciário.” A declaração é do ministro Luiz Fux, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF). E foi além: “A Justiça existe e sobrevive a partir do momento em que tem legitimidade democrática chancelada pelo povo”. Já o presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Humberto Martins, ressaltou: “A Justiça digital se apresenta como importante instrumento de aproximação do cidadão e transparência”.

PINGA FOGO

  • Para registro, ainda sobre as mais altas cortes de Justiça do país. A fala de Luiz Fux foi durante o lançamento do Programa Justiça 4.0, que prevê o aprimoramento de soluções tecnológicas utilizadas pelo Judiciário, desenvolvido pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ).
  • A regra entra em vigor na sexta-feira e vale até 14 de março. O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), mais tucano do que nunca, tucanou o “toque de recolher”. Em São Paulo, vai ser toque de restrição. Há bom…
  • Ainda sobre o novo médico do papa Francisco (foto): Roberto Bernabei é professor titular de medicina interna e geriatria, e também diretor da Escola de Especialização em Geriatria da mesma Universidade Católica do Sagrado Coração de Roma.
  • Além dessas funções, ainda é diretor do Departamento de Ciências do Envelhecimento, Neurológicas, Ortopédicas e da Cabeça e Pescoço da Fundação Policlínica Universitária Agostino Gemelli (IRCCS), em Roma.
  • Diante de tudo isso, com a devida bênção, o jeito é encerrar por hoje e rezar para que as notícias sejam melhores nesta temporada de pandemia que assola mundo afora. Um bom dia a todos e tenham fé.
 
 

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade