SIGA O EM

Treze novos locais são incorporados à Rede Mundial de Reservas da Biosfera

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 13/06/2014 13:05

AFP /Agence France-Presse

PARIS - Treze novos locais são incorporados à Rede Mundial de Reservas da Biosfera, entre os quais a reserva de Valdés da Argentina, a do Bosque Seco do Equador e a do Bioma Pampa-Quebradas do Norte do Uruguai, anunciou a Unesco nesta quinta-feira.

"Com as novas inscrições, Albânia e a ex-república iugoslava da Macedônia entram na Rede Mundial", que conta agora com 631 lugares em 119 países, destacou a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) em um comunicado.

As novas reservas são as seguintes: Ohrid-Prespa (Albânia/ex-República iugoslava da Macedônia), Valdés (Argentina), Bosque Seco (Equador), Monte-Viso (França/Itália), Sila (Itália), Alpes de Minami (Japão), Tadami (Japão), Ak-Zhayik (Cazaquistão), Katon-Karagay (Cazaquistão), Montes de Crocker (Malásia), Monte Chilbo (República Popular Democrática da Coreia), Brighton e Lewes Downs (Reino Unido) e Bioma Pampa-Quebradas do Norte (Uruguai).

Foram nomeadas pelo Conselho Internacional de Coordenação do Programa sobre o Homem e a Biosfera (MAB), reunido em Jönköping e na Reserva da Biosfera da Paisagem do Vättern Oriental, na Suécia, de 10 a 13 de junho.

A Unesco ampliou também as reservas da biosfera já existentes seguintes: reserva do Reno (Alemanha), Lagunas Oca e Herradura do Rio Paraguai (Argentina), La Mancha Húmeda (Espanha), Montseny (Espanha) e Altiplano de Shiga (Japão).

"A partir de avaliações nacionais, dois países decidiram retirar reservas da biosfera em seus territórios porque já não respondem aos critérios pelos quais foram inscritas", informou a agência da ONU. "Trata-se da Áustria, com as reservas da biosfera de Gossenköllesee e Gurgler Kamm, designadas em 1977, e o Reino Unido, com a reserva da biosfera da costa Norfolk do Norte, inscrita em 1976".
Tags:
Comentários O comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.