SIGA O EM

Inventor do Big Mac morre aos 98 anos

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[]

postado em 30/11/2016 17:55

AFP /Agence France-Presse

O homem que inventou o hambúrguer mais conhecido dos fast-foods americanos, o Big Mac, e que inadvertidamente partiu em direção a uma corrida para criar menus de fast-food cada vez mais elaborados, faleceu aos 98 anos, na segunda-feira (28).

Michael "Jim" Delligatti morreu rodeado por familiares em sua casa no subúrbio de Pittsburgh, de acordo com a família.

Delligatti reivindicou uma das invenções mais importantes na cozinha americana desde o pão fatiado - um sanduíche com duas carnes de hambúrguer, alface, queijo, picles e cebola, coberto por um molho especial.

Como proprietário de um restaurante do McDonald's na parte oeste da Pensilvânia há quase meio século, Delligatti convenceu a empresa a se aventurar para além de um menu com um simples hambúrguer, batata frita e refrigerante, de acordo com um perfil do Big Mac publicado nos jornal Los Angeles Times, em 1993.

Ele obteve a permissão de experimentar o novo hambúrguer em 1967, e as vendas aumentaram 12%, segundo o Times. Poucos anos depois, o McDonald's anunciava o Big Mac em todo o país.

"Isso não foi como descobrir a lâmpada elétrica", disse. "A eletricidade já estava lá. Tudo o que fiz foi enroscar no bocal", completou.

Ele contou que a ideia surgiu do hambúrguer de um restaurante rival, no meio da década de 1960.

Após a invenção do Big Mac, a empresa expandiu ainda mais seu cardápio, criando uma série de novos itens, como o Egg McMuffin e o McFish.

O Big Mac se tornou, porém, um ícone cultural.

Em uma declaração, o McDonald's afirmou que Delligatti foi um "franqueado lendário" que criou uma "marca duradoura" na empresa.

"Nós sempre iremos lembrar de Jim como um franqueado perspicaz, um homem de negócios", disse a empresa.

O McDonald's também falou que vende centenas de milhões de enormes hambúrgueres no mundo, apesar de as vendas terem diminuído um pouco nos últimos anos devido a um menor interesse dos jovens em lanches fast-food de grandes tamanhos.

De acordo com a família de Delligatti, ele foi proprietário de 48 restaurantes do McDonald's.

Michael Delligatti deixa a mulher, Ellie, dois filhos, além de muitos netos e bisnetos.



Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600