SIGA O EM

Mark Taimanov, lenda soviética do xadrez, morre aos 90 anos

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[]

postado em 28/11/2016 18:16

AFP /Agence France-Presse

O lendário jogador soviético de xadrez Mark Taimanov, que viveu seus maiores triunfos entre 1950 e 1970, faleceu aos 90 anos em São Petersburgo, anunciou nesta segunda-feira a Federação Russa de Xadrez.

Eleito Grande Mestre enxadrista em 1952 e campeão da União Soviética e dos Jogos Olímpicos de xadrez de 1956, Taimanov faleceu na noite de domingo para segunda-feira.

Nascido em 1926 em Jarkov, na Ucrânia, passou a adolescência em Leningrado, nome soviético para a cidade de São Petersburgo, onde estudou piano antes de ser evacuado para Tachkent, no Uzbequistão, durante a Segunda Guerra Mundial.

Após se impor como um dos melhores jogadores do mundo, conquistando quatro vitórias no campeonato europeu de xadrez, Taimanov sofreu uma dura derrota contra o americano Bobby Fisher, provocando consternação entre as autoridades soviéticas.

De volta à União Soviética, foi proibido de participar de outros torneios europeus, após ser acusado de esconder na mala um livro proibido do escritor dissidente Aleksandr Solzhenitsy.

As autoridades soviéticas retiraram de Taimanov o título de "Mestre dos esportes", que só recuperou em 1991, depois da caída da URSS. Paralelamente à brilhante carreira como enxadrista, era também um pianista talentoso.

Pai de sete filhos, Taimanov publicou vários livros sobre xadrez e, em 2014, abriu em São Petersburgo a própria escola para ensinar a disciplina.



Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600