SIGA O EM

Famosa patinadora russa causa polêmica ao dançar vestida de deportada judia

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[]

postado em 28/11/2016 15:46

AFP /Agence France-Presse

A esposa do porta-voz do Kremlin, a patinadora artística russa Tatiana Navka, foi duramente criticada nesta segunda-feira por ter dançado em um 'reality show' vestindo um uniforme de prisioneira de campo de concentração nazista.

Tatiana Navka, campeã olímpica em 2006, dançou com um uniforme com listras brancas e pretas e uma Estrela de Davi amarela ao lado do ator russo Andrei Burkovsky, em um programa de grande audiência que foi ao ar no último sábado.

De acordo com a patinadora, muito popular na Rússia, a intenção era homenagear o filme "A vida é bela", do italiano Roberto Benigni, uma comédia trágica sobre o Holocausto que venceu o Oscar de melhor filme em 1999.

"Nossos filhos precisam conhecer e lembrar desse terrível período", explicou Navka pela rede social Instagram.

A performance, muito elogiada pelos jurados do programa, foi criticada nas redes sociais e pela imprensa internacional.

"Perderam a cabeça? Sorrir usando um uniforme de preso com uma estrela amarela! E o público que aplaude... Sem gosto, sem tato, sem simpatia alguma", criticou o espectador Mihael Ratinsky no site da emissora Channel One.

O jornal inglês Daily Mail afirmou que "os sorrisos radiantes" tinham "pouco a ver com este tema sinistro".

"De modo geral, não deveria haver brincadeira ou sorrisos" quando se refere à deportação dos judeus, declarou por sua vez Alla Gerber, responsável do Russian Holocaust Center de Moscou.



Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600