SIGA O EM

Incêndios se propagam para colônias da Cisjordânia

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[]

postado em 26/11/2016 19:10

AFP /Agence France-Presse

Uma onda excepcional de incêndios em Israel provocou danos significativos e se espalhou, neste sábado (26), para colônias da Cisjordânia ocupada - informou a Polícia, acrescentando que uma delas teve de ser temporariamente evacuada.

Uma parte do território israelense sofre há cinco dias com dezenas de incêndios florestais, avivados por ventos fortes e por uma extrema seca.

Cerca de mil habitantes da colônia de Halamish, perto de Ramallah, tiveram de deixar suas casas, disse um porta-voz policial, acrescentando que as chamas destruíram, ou causaram danos, a 45 casas do assentamento.

Também foram declarados incêndios perto das colônias de Dolev, Alfei Menaché e Karnei Shomron, situadas na Cisjordânia, nas não houve evacuações.

Ao todo, 21 aviões israelenses e estrangeiros (turcos, gregos, croatas, russos, franceses, canadenses, espanhóis e azerbaijanos) continuavam neste sábado lançando toneladas de água sobre diferentes áreas - sobretudo, em Nataf, uma aldeia próxima a Jerusalém.

A Polícia anunciou a detenção de 14 pessoas suspeitas de terem provocado os incêndios. Suas identidades não foram reveladas.

As autoridades israelenses suspeitam de que uma parte dos incêndios seja de origem criminosa e possa estar relacionada com o conflito entre palestinos e israelenses.

Os palestinos deram sua ajuda, enviando 41 bombeiros e oito caminhões para combater as chamas, especialmente em Haifa, onde milhares de pessoas foram evacuadas na última quinta (24) para fugir da cortina de fogo de vários metros.

Em um telefonema, o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, agradeceu ao presidente palestino, Mahmud Abbas pela ajuda, informou o gabinete do líder israelense em um comunicado.

Neste sábado, o incêndio parecia sob controle nesta cidade, informou a prefeitura, mas cerca de 200 famílias estão desabrigadas.

Ainda não se sabe o alcance dos danos em nível humano, material e ambiental.



Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600