SIGA O EM

Outro ex-jogador britânico admite ter sido vítima de técnico pedófilo

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[]

postado em 23/11/2016 17:46

AFP /Agence France-Presse

O ex-atacante da seleção inglesa Paul Stewart (52 anos) acusou um de seus ex-técnicos de agressão sexual quando era ainda criança, nesta quarta-feira ao jornal The Mirror, juntando seu testemunho ao de outros dois casos similares revelados pela imprensa britânica.

Stewart, que passou por Tottenham, Liverpool e Manchester City, explicou ter sido sexualmente agredido em várias ocasiões até os 15 anos.

"As cicatrizes mentais que isso me deixou me levaram ao álcool e às drogas", explicou o hoje pai de três filhos. "Quero que as pessoas se deem conta até que ponto é difícil contar isso tudo".

Seu testemunho se junta aos dos ex-jogadores do Crewe Alexandra (hoje na 4ª divisão), Andy Woodward (43 anos) e Steve Walters (44 anos), que fizeram declarações similares ao jornal The Guardian nos últimos dias.

Woodward contou ao jornal britânico ter sido agredido por vários anos pelo técnico Barry Bennell, condenados por agressões a jovens na Inglaterra e nos Estados Unidos.

John Bowler, presidente do Crewe, clube do noroeste da Inglaterra, afirmou estar "desolado pela dor causada".

Gordon Taylor, presidente do sindicato dos jogadores profissionais da Inglaterra (PFA), que a entidade foi contactada mais de dez vezes por jogadores para denunciar casos de abuso.

"Graças à coragem de Woodward, muitos ex-jogadores e amadores nos contactaram. Agora temos que encarar de frente esse problema e aprender com isso. Quero que todos os jogadores, inclusive os que se tornaram profissionais, saibam que a PFA é um lugar seguro, onde receberão apoio e ajuda, ou um tratamento. Tudo que precisarem", explicou o dirigente.

A Federação Inglesa (FA) criou uma linha telefônica para que os ex-jogadores possam denunciar os abusos.



Tags: ing fbl tratos maus
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600