SIGA O EM

Prefeitura de BH anuncia nomeação de médicos aprovados em concursos

Além de médicos, dentistas, enfermeiros, agentes de combate a endemias e outros profissionais serão chamados a partir de agosto. Veja a escala

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[{'id_foto': 1135847, 'arquivo_grande': '', 'credito': 'PBH/Divulga\xe7\xe3o', 'link': '', 'legenda': '', 'arquivo': 'ns62/app/noticia_127983242361/2017/07/17/884444/20170717111758464056i.jpg', 'alinhamento': 'left', 'descricao': ''}]

postado em 17/07/2017 11:16 / atualizado em 17/07/2017 11:22

Estado de Minas

A Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) autorizou a nomeação de 713 profissionais aprovados em concursos da área da saúde. Eles serão chamados a partir de agosto.

Segundo a PBH, os concursos foram regidos pelos editais 04/2014 e 7/2014. Serão 330 médicos,  232 agentes de combate a endemias, 19 cirurgiões-dentistas, 14 enfermeiros e 118 técnicos de serviço de saúde e agente de serviço de saúde.

Os aprovados vao substituir profissionais contratados administrativamente no âmbito da Secretaria Municipal de Saúde. Ainda segundo a PBH, os aprovados nos referidos concursos serão convocados dentro da validade estipulada em edital. Veja o cronograma de convocação, também disponível no portal da prefeitura de BH:

PBH/Divulgação
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600
 
Genesis
Genesis - 17 de Julho às 12:30
O EM deveria investigar o motivo da não nomeação dos aprovados no concurso SES-MG 2-2014. O estado posterga as nomeações ha mais de dois anos, mas tem empregados terceirizados exercendo atividade fim. A comissão dos aprovador tem provas de terceirização ilegal dos prestadores de serviço da MGS. O SindSaude-MG lavou as mãos. Estariam eles envolvidos também? O montante do contrato de terceirização é de 3 BILHOES. Nao tem verba para pagar servidor mas tem para empresas lideradas por apadrinhados politicos.