SIGA O EM

Oito meses após tragédia de Mariana, população entrega projeto de lei à ALMG

De iniciativa popular, "Mar de lama nunca mais" teve mais de 50 mil assinaturas e tem apoio do PM, UFMG e outras entidades

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[{'id_foto': 1051691, 'arquivo_grande': '', 'credito': 'T\xfalio Santos/EM/DA Press', 'link': '', 'legenda': 'Moradores de Bento Rodrigues: projeto busca mais seguran\xe7a', 'arquivo': 'ns62/app/noticia_127983242361/2016/07/05/780034/20160705080633602349e.jpg', 'alinhamento': 'left', 'descricao': ''}]

postado em 05/07/2016 06:00 / atualizado em 05/07/2016 08:11

Gustavo Werneck

Túlio Santos/EM/DA Press
No dia em que a maior tragédia socioambiental do país completa oito meses, caravana formada por ambientalistas, estudantes, professores e outros indignados com o rompimento da Barragem do Fundão, em Mariana, na Região Central, participa, às 10h, na Assembleia Legislativa de Minas Gerais, em Belo Horizonte, da entrega à direção da Casa do projeto de lei de iniciativa popular “Mar de lama nunca mais”. O documento com mais de 50 mil assinaturas tem apoio Ministério Público de Minas Gerais, do Projeto Manuelzão, da Universidade Federal de Minas Gerai (UFMG) e do movimento Águas do Gandarela.

A programação do ato Oito meses de luto começará às 7h30, com a saída dos grupos, em ônibus, da Faculdade de Medicina da UFMG, na Avenida Alfredo Balena, 190, no Bairro Santa Efigênia e do câmpus da UFMG (Avenida Antônio Carlos, 6.627, na Pampulha), seguindo-se, às 8h, intervenção na portaria da sede do Legislativo (Rua Rodrigues Caldas, 30, Bairro Santo Agostinho) em memória das vítimas da tragédia de repercussão mundial. A entrega do projeto de lei está prevista para 10h, no Salão Nobre. Às 11h, haverá apresentação das bandas Verminoses do Cerrado (rock) e Samandhi Essência (rap).

DOAÇÃO No início da noite de ontem, a Prefeitura de Mariana fez o repasse dos objetos que foram doados por cantores, atletas, apresentadores de TV e outras celebridades, aos moradores de localidades atingidas pelo rompimento da Barragem do Fundão. A entrega das peças pelo prefeito Duarte Júnior seguiu orientação do Ministério Público e ocorreu no escritório da comissão de moradores, que fica na Rua Bom Jesus, 202, no Centro de Mariana.

De acordo com informações da prefeitura, a ideia inicial era de que as peças recebidas fossem leiloadas pelo Executivo, com renda revertida para as comunidades atingidas, como a de Bento Rodrigues, a mais afetada, Paracatu de Baixo e outras. Com a decisão, os representantes dos subdistritos poderão tomar as providências a partir de agora.

Os objetos doados são uma camisa autografada e agasalho da Seleção Brasileira, de 1982, pertencentes ao ex-jogador Zico; livro de receita, dois esmaltes, faca de cozinha e cafeteira da apresentadora Ana Maria Braga; relógio e caneta do apresentador Fausto Silva; dois aventais do programa de TV Masterchef; DVD autografado do cantor Lucas Lucco; quatro CDs autografados do cantor Lô Borges; disco de vinil da cantora Fernanda Takai e Andy Summers, e ainda da cantora, todos autografados, os livros Nunca subestime uma mulherzinha, A mulher que não queria acreditar, A gueixa e o panda vermelho, DVD e CDs Fundamental, Na medida do impossível e Onde brilhem os olhos seus.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600