SIGA O EM

Moradores atingidos por tragédia de Mariana recebem peças doadas por artistas

Objetos foram doados por cantores, atletas, apresentadores de tevê e outras celebridades

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[]

postado em 04/07/2016 16:30 / atualizado em 04/07/2016 22:53

Gustavo Werneck

A Prefeitura de Mariana fez no início da noite desta segunda-feira, às 18h, o repasse de objetos que foram doados por cantores, atletas, apresentadores de tevê e outras celebridades aos moradores de localidades atingidas pelo rompimento da Barragem do Fundão, da mineradora Samarco. A entrega, na véspera dos oito meses da maior tragédia socioambiental do país, ocorreu no escritório da comissão de moradores, que fica na Rua Bom Jesus, 202, no Centro de Mariana. A decisão do prefeito Duarte Júnior segue uma orientação do Ministério Público de Minas Gerais.

A ideia inicial era que as peças recebidas fossem leiloadas pela prefeitura, o que poderá ser feito agora pelos representantes da comunidades de Bento Rodrigues, a mais atingida, Paracatu de baixo e outras. Entre os objetos há uma camisa da Seleção Brasileira de 1982, autografada pelo jogador Zico, que também doou um agasalho; um relógio e uma caneta do apresentador Fausto Silva, um livro da apresentadora Ana Maria Braga, CDs autografados da cantora Fernanda Takai e outros.

Na assembleia


Nesta terça-feira, às 10h, em Belo Horizonte, será feita aos parlamentares a entrega do projeto de lei de iniciativa popular “Mar de lama nunca mais”, que reúne mais de 50 mil assinaturas e teve apoio do MPMG, do Projeto Manuelzão e outros.

A programação inclui a saída, às 7h30, de caravanas da Faculdade de Medicina, no Bairro Santa Efigênia, do câmpus da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), na Pampulha, intervenção na portaria da sede do Legislativo (Rua Rodrigues Caldas, 30, Bairro Santo Agostinho), entrega do projeto de lei e, às 11h, apresentação de grupos de rock e rap.

 

(RG)

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600