SIGA O EM

Encontro do corpo de 18ª vítima do desastre em Mariana mistura tristeza e alívio para família

Equipe de resgate encontra corpo de motorista de caminhão arrastado pela lama de Fundão, elevando para 18 as mortes confirmadas. Ainda há um desaparecido

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[{'id_foto': 1013200, 'arquivo_grande': '', 'credito': 'Corpo de Bombeiros/Divulga\xe7\xe3o', 'link': '', 'legenda': "Retorcida e soterrada, a cabine do caminh\xe3o onde estava o corpo de A\xedlton Santos foi encontrada em \xe1rea conhecida como Tomada d'\xc1gua", 'arquivo': 'ns62/app/noticia_127983242361/2016/03/10/742100/20160310084121750719a.jpg', 'alinhamento': 'left', 'descricao': ''}, {'id_foto': 1013201, 'arquivo_grande': '', 'credito': 'Jair Amaral/EM/DA Press - 7/11/15', 'link': '', 'legenda': 'Emerson, filho do motorista (C), fes busca pelo pai dias ap\xf3s o desastre', 'arquivo': 'ns62/app/noticia_127983242361/2016/03/10/742100/20160310084553167172o.jpg', 'alinhamento': 'left', 'descricao': ''}, {'id_foto': 1013202, 'arquivo_grande': '', 'credito': 'Emerson dos Santos/Arquivo pessoal', 'link': '', 'legenda': '', 'arquivo': 'ns62/app/noticia_127983242361/2016/03/10/742100/20160310084631345738u.jpg', 'alinhamento': 'right', 'descricao': ''}, {'id_foto': 1013203, 'arquivo_grande': '', 'credito': 'Facebook/Reprodu\xe7\xe3o internet', 'link': '', 'legenda': '', 'arquivo': 'ns62/app/noticia_127983242361/2016/03/10/742100/20160310084645287570a.jpg', 'alinhamento': 'right', 'descricao': ''}]

postado em 10/03/2016 06:00 / atualizado em 10/03/2016 08:47

Paulo Henrique Lobato /

Corpo de Bombeiros/Divulgação
A notícia é triste, mas proporcionou um certo alívio a uma família de Morro da Água Quente, distrito da cidade colonial de Catas Altas, a 120 quilômetros de Belo Horizonte. É lá que morava Aílton Martins dos Santos, morto na tarde de 5 de novembro de 2015, quando a Barragem do Fundão se rompeu, na área rural de Mariana, no maior desastre socioambiental do Brasil.

Os parentes aguardaram quatro meses para sepultar, dignamente, o homem que ganhava a vida como motorista de caminhão-pipa no complexo de minas da Samarco, na área rural de Mariana. O corpo de Aílton foi o 18º localizado. Ainda falta encontrar os restos mortais de Edmirson José Pessoa, que tinha 48 anos. Ele também trabalhava na represa de Fundão e morava no município histórico de Santa Bárbara.

A equipe de resgate se deparou com o corpo de Aílton no início da tarde de ontem, numa área conhecida como Tomada d’Água, a 800 metros de Fundão e dentro do complexo de minas da mineradora. Os restos mortais estavam na boleia do caminhão que ele dirigia. A cabine, retorcida e soterrada por grande quantidade de rejeitos de minério de ferro, foi retirada de lá por uma máquina pesada.

“Agora vamos poder sepultá-lo”, disse, vagarosamente, a secretária escolar Dayane Pereira Magalhães, nora da vítima. A família soube que o corpo havia sido encontrado no início da tarde e fez o reconhecimento à noite, por meio de sinais como uma cicatriz, cabelo e roupas. Antes, por volta das 18h, os parentes foram comunicados pelo Corpo de Bombeiros de que os documentos do motorista estavam junto aos restos mortais.

Jair Amaral/EM/DA Press - 7/11/15
Foi naquele momento que as lembranças do desastre voltaram com maior intensidade à memória dos parentes. Aílton era funcionário da Integral Engenharia, prestadora de serviço da Samarco, controlada pela brasileira Vale e a anglo-australiana BHP Billiton. Havia sido contratado em 8 de outubro. Encontrou a morte menos de um mês depois de comemorar a carteira de trabalho assinada.

O motorista era casado com dona Mirtes havia 34 anos. Querido no povoado em que morava, a 40 quilômetros de Mariana, deixou dois filhos e uma filha. Um dos rapazes é casado com Dayane, a secretária escolar: “É triste, mas, ao mesmo tempo, o sofrimento (à procura dos restos mortais) acabou”.

Nos primeiros dias depois do rompimento da barragem, a família teve esperança de encontrá-lo vivo. À época, Emerson, um dos filhos, não descartou a possibilidade de localizar o pai perdido na mata próxima à barragem, apesar de testemunhas que escaparam da tragédia terem dito que viram o caminhão-pipa ser arrastado pela avalanche de lama.

HOMICÍDIOS Agora, o desafio da equipe de resgate é encontrar o último corpo, de Edmirson José Pessoa. Era o único funcionário da Samarco. Das outras 18 vítimas identificadas, 13 trabalhavam em empresas que prestam serviço à mineradora e cinco moravam em Bento Rodrigues, o primeiro povoado destruído pelo estouro de Fundão. Desses, dois eram crianças: Emanuelle, de 5, e Thiago, de 7.

A Polícia Civil ainda apura a informação de que uma grávida teria sido vítima de um aborto durante a fuga de Bento Rodrigues. A maioria dos moradores deixou o local, às pressas, apenas com as roupas do corpo. Até agora, o delegado Rodrigo Bustamante, responsável pelo caso, indiciou sete pessoas por 19 homicídios qualificados.

Uma delas é Ricardo Vescovi, presidente licenciado da Samarco. Os demais são diretores, gerentes ou coordenadores da mineradora ou da VogBR, que fez a declaração de estabilidade da barragem.

O inquérito, que tem 13 volumes e mais de 2,3 mil páginas, está em análise na força-tarefa criada pelo Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) e Ministério Público Federal (MPF).

OS MORTOS NO DESASTRE

Emerson dos Santos/Arquivo pessoal
» Aílton Martins dos Santos, de 55 anos, (foto) funcionário da Integral Engenharia cujo corpo foi encontrado ontem
» Emanuelle Vitória Fernandes Izabel, de 5 anos, moradora de Bento Rodrigues
» Thiago Damasceno Santos, de 7 anos, morador de Bento Rodrigues
» Maria das Graças Celestino da Silva, de 64 anos, moradora de Bento Rodrigues
» Maria Eliza Lucas, de 60 anos, moradora de Bento Rodrigues
» Antônio Prisco de Souza, de 74 anos, morador de Bento Rodrigues
» Vando Maurílio dos Santos, de 37 anos, funcionário da Integral Engenharia
» Mateus Márcio Fernandes, de 29 anos, funcionário da Manserv Montagem e Manutenção
» Marcos Roberto Xavier, de 32 anos, funcionário da Vix Logística
» Edinaldo Oliveira de Assis, de 40 anos, funcionário da Integral Engenharia
» Marcos Aurélio Pereira de Moura, de 34 anos, funcionário da Produquímica
» Claudemir Elias dos Santos, de 41 anos, funcionário da Integral Engenheria
» Pedro Paulino Lopes, 56 anos, funcionário da Manserv Montagem e Manutenção
» Daniel Altamiro de Carvalho, de 53 anos, funcionário da Integral Engenharia
» Cláudio Fiúza da Silva, de 41 anos, funcionário da Integral Engenharia
» Waldemir Aparecido Leandro, de 48 anos, funcionário da Geocontrole BR Sondagens
» Sileno Narkievicius de Lima, de 46 anos, funcionário da Integral Engenharia
» Samuel Vieira Albino, de 34 anos, funcionário da Geocontrole BR Sondagens

Facebook/Reprodução internet
DESAPARECIDO
» Edmirson José Pessoa, de 48 anos, funcionário da Samarco
 

 

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600