SIGA O EM

Presidente da Belotur destaca consolidação da folia em BH

Cláudia Pedrozo elogiou o trabalho feito com menos recursos do que o ano passado, revelou satisfação dos foliões em pesquisa, e admitiu necessidade de melhorar em 2017

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[{'id_foto': 1000120, 'arquivo_grande': '', 'credito': ' Rodrigo Clemente/EM/D.A Press', 'link': '', 'legenda': 'Festa atraiu 1,6 milh\xe3o de foli\xf5es pelas ruas da capital mineira', 'arquivo': 'ns62/app/noticia_127983242361/2016/02/10/733062/20160210160713481570a.jpg', 'alinhamento': 'center', 'descricao': ''}]

postado em 10/02/2016 15:47 / atualizado em 10/02/2016 16:08

Guilherme Paranaiba

 Rodrigo Clemente/EM/D.A Press

Depois de cinco dias intensos de folia em Belo Horizonte, o crescimento da festa que atraiu 1,6 milhão de pessoas para a capital mineira consolidou a festa de Momo de BH. Além disso, revelou desafios para os próximos anos, especialmente a convivência entre o trânsito e os blocos de rua. Na manhã desta quarta-feira, a presidente da Belotur, Cláudia Pedrozo, fez uma avaliação do carnaval de BH, destacando que a intenção é garantir a melhor convivência possível entre a circulação da cidade e o desfile dos blocos.

“A estratégia de trânsito é deixar a cidade mais permeável o maior tempo possível. É interessante que para não criar gargalo você permita que o trânsito flua até o último momento”, diz a presidente da Belotur. Cláudia Pedrozo também destacou que 32% dos eventos de rua da cidade aconteceram fora do eixo Centro-Sul, patamar que pode ser expandido para 2017. “Queremos incentivar essa descentralização no ano que vem. Isso dará mais trabalho, mas garante um carnaval sem barreiras geográfica, cultural e social”, acrescenta.

Outro assunto abordado pela presidente foi o planejamento da festa com R$ 2 milhões a menos, oriundos de patrocinadores, com relação à 2015. “Tivemos que pensar em como tornar uma festa grandiosa com menos recursos. Essa estratégia logística deu muito mais trabalho, mas acho que conseguimos alcançar esse objetivo.Temos um contingente pequeno, é verdade, mas trabalhamos com as equipes 24 horas. Evidentemente, temos que planejar o acréscimo das equipes em 2017. Foram 4 mil funcionários da PBH e 6 mil temporários, contando os ambulantes, mas ainda vamos replanejar para o ano que vem”, afirma.

A presidente explica ainda que o sucesso da festa é percebido em uma pesquisa feita com foliões da capital, que mostra satisfação plena de 92% dos entrevistados. “Os 8% restantes apontaram questões de segurança pública”, afirma. Sobre banheiros químicos, Cláudia Pedrozo disse que praticamente não ouviu reclamações dos foliões. “Temos alguns desafios nesse aspecto, como acertar a mão na conta. Foram 8 mil lugares de disponibilização de banheiros. Eu não posso oferecer mais do que a festa me indica. Por questões financeiras, tenho que ser precisa”, afirma.

Para completar, a presidente disse que o carnaval foi um sucesso e espera aumentar as conversas ainda mais com os blocos de rua para continuar melhorando a estrutura e garantindo um carnaval cada vez melhor para a cidade. “Temos muita coisa a melhorar sim e vamos aceitar todas as críticas, mas a gente também tem a vitória de ter acertado muito mais esse ano”, completa.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600
 
LEONARDO
LEONARDO - 10 de Ferveiro às 21:03
Nada contra o carnaval, mas 1,6 milhões de pessoas saíram as ruas para se divertirem. Quando é para protestar contra a quadrilha que esta ai nos roubando e acabando com o Brasil mal se reunem 25 mil pessoas. Este é o brasileiro, este é o nosso Brasil. Pais de m.....
 
wilson
wilson - 10 de Ferveiro às 19:08
Belotur e Bhtrans trabalharam muito bem. Parabéns........
 
Adriano
Adriano - 10 de Ferveiro às 18:02
Que tal conversar com os cidadãos que pagam a conta ? Segurança zeeeeeeero. Se não fosse ação da PM a cidade teria virado um caos. Veja praça ABC. A Belotur não fez nada para garantir a segurança antes que a bagunça já estivesse instalada. Essa presidente não sabe de nada. Conhece a palavra prevenção? Inocente !!!. Ou será incompetente ?