SIGA O EM

Bombeiros continuam buscas por desaparecidos depois da tragédia ambiental em Mariana

Ministério Público de Minas Gerais pediu à Samarco e aos órgãos públicos providências sobre as buscas. Familiares reclamam de falta de informações

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 25/11/2015 15:56 / atualizado em 25/11/2015 16:01

Estado de Minas

O Corpo de Bombeiros de Minas Gerais continua as buscas pelos 11 desaparecidos em Mariana, Região Central de Minas Gerais. Nesta quarta-feira, 53 militares estão no local. O helicóptero Arcanjo 02 auxilia nos trabalhos.

Na segunda-feira, o Ministério Público de Minas Gerais pediu à Samarco e aos órgãos públicos providências sobre as buscas por desaparecidos na tragédia de Mariana. O MP recomendou que a mineradora, o Corpo de Bombeiros, a Polícia Civil , a Defesa Civil e a Prefeitura da cidade adotem algumas medidas no resgate das vítimas.

Segundo o promotor Guilherme de Sá Meneghin, parentes das pessoas que ainda não foram localizadas procuraram a 2ª Promotoria de Justiça e reclamaram da falta de informações. Especialistas em direitos humanos da Organização das Nações Unidas (ONU) criticam nesta quarta-feira o governo brasileiro, a Vale e anglo-australiana BHP Billiton, controladora da mineradora Samarco, por não terem tomado medidas suficientes para evitar danos ambientais e à população da Bacia do Rio Doce, a partir do rompimento da barragem do Fundão, em Bento Rodrigues.

 

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600