Preso um dos criminosos mais procurados de Betim

Gleisson Campos Gonçalves, o Gleissim, integrava a lista de procurados da Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds). Ele é acusado de homicídio, roubo e tráfico de drogas

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 09/10/2013 17:12 / atualizado em 09/10/2013 17:54

João Henrique do Vale

Polícia Civil/Divulgação


Um homem violento sem limites de convívio com a sociedade. É assim que a Polícia Civil descreve Gleisson Campos Gonçalves, um dos criminosos mais procurados de Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Ele foi preso no início da semana e apresentado nesta quarta-feira. O Gleissim, como é conhecido, tinha quatro mandados de prisão em aberto por homicídios, roubos e tráfico de drogas.

O criminoso tinha a cara estampada no Programa Procura-se, da Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds), como uma das pessoas mais procuradas de Minas Gerais. Segundo a Polícia Civil, ele atuava na região do Bairro Jardim Terezópolis, mas fugiu depois que foram expedidos os mandados de prisão contra ele.

A equipe do delegado Daniel Couto Gama, da 5ª Delegacia de Betim, conseguiu informações de que Gleissim estava no Bairro Jardim Teresópolis e montaram uma operação para prendê-lo. “Na última segunda-feira, recebemos denúncia de que ele conduzia uma Pick Up de cor verde pelo bairro e fomos atrás dele”, afirma o delegado.

Os policiais montaram uma barreira em uma das ruas e deram ordem de parada para o criminoso. Porém, ele arrancou o veículo e fugiu em alta velocidade. “Ele tentou entrar em uma residência e conseguimos interceptá-lo”, explica Daniel Gama. Dentro do veículo, foi encontrado uma pistola calibre 380 com 15 cápsulas intáctas, e uma porção de maconha.

Em conversa com os policiais, o criminoso confessou que o imóvel era usado por ele para se esconder. Na casa foram encontradas porções de maconha, touca ninja e uniformes camuflados idênticos aos usados pelo exército. Gleisson foi encaminhado para a delegacia e autuado em flagrante por tráfico de drogas e porte ilegal de arma. Também foram cumpridos os quatro mandados de prisão contra ele.

Tiros contra a PM

Por pelo menos duas vezes, o criminoso conseguiu escapar da Polícia Militar (PM) de foram violenta. De acordo com a polícia, em julho deste ano, Gleissim foi abordado por militares em um carro, mas fugiu em alta velocidade. Na fuga, chegou a atirar contra a viatura. Há 15 dias, ele foi abordado novamente e teve ação semelhante.

Para o delegado Daniel Gama, a prisão do criminoso vai levar tranquilidade para a comunidade. “É um sujeito violento que não tem limites em relação ao convívio social e que pratica crimes com violência, como roubo a mão armada homicídios”, diz.

As investigações vão continuar para tentar prender comparsas de Gleisson que fazem parte da Gangue do Vila Recreio.