SIGA O EM

Garoto de 10 anos é encontrado morto com sinais de estupro e estrangulamento na Grande BH

Crime aconteceu em Ribeirão das Neves. Criança estava desaparecida desde domingo. Corpo foi encontrado em um apartamento próximo a casa dele, que pertence a um homossexual que está foragido, segundo a Polícia Civil

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[{'id_foto': 567162, 'arquivo_grande': '', 'credito': 'Reprodu\xe7\xe3o / TV Alterosa', 'link': '', 'legenda': 'Allan De Lon foi encontrado em um apartamento pr\xf3ximo \xe0 sua casa em avan\xe7ado estado de decomposi\xe7\xe3o', 'arquivo': 'ns62/app/noticia_127983242361/2013/07/19/425233/20130719190025930840o.jpg', 'alinhamento': 'right', 'descricao': None}]

postado em 19/07/2013 18:16 / atualizado em 19/07/2013 19:01

Reprodução / TV Alterosa

A Polícia Civil de Minas Gerais investiga a morte de um garoto de 10 anos que estava desaparecido desde domingo e foi encontrado na noite desta quinta-feira, em Ribeirão das Neves, na Grande BH. O corpo de Allan De Lon Cardoso da Cruz foi achado em um apartamento próximo à casa dele, no Bairro Santa Marta. O corpo estava em estado avançado de descomposição. A suspeita é de que a criança tenha sido estuprada e estrangulada.

Segundo Brígida do Nascimento Silva, 33, irmã da vítima, o garoto saiu de casa durante a tarde do último domingo para andar de bicicleta. Durante a noite, a família achou que a criança estava dormindo em um quarto independente do lote em que moram, junto com o irmão de 15 anos. Por isso, a ausência de Allan não foi percebida. Na manhã de segunda-feira, o pai do menino acionou a polícia e informou sobre o desaparecimento do filho.

De acordo com a Polícia Civil, por volta das 22h de ontem a síndica de um prédio localizado atrás da casa da vítima fez uma denúncia para a PM, informando que sentia um cheiro forte vindo de um dos apartamentos. Várias moscas estavam aparecendo no andar de cima. No local, o corpo de Allan foi encontrado em avançado estado de decomposição. A bicicleta dele também estava no condomínio. O apartamento em que o corpo estava abandonado pertence a um homossexual que está desaparecido, segundo a polícia.

Durante a tarde, a família esteve no IML para reconhecer o corpo. Segundo a irmã da vítima, a perícia informou que a suspeita é de que o garoto tenha sido estuprado e, em seguida, estrangulado. “Estamos muito chocados e abalados e não fazemos ideia de quem pode ter feito isso. Ele era conhecido por todos aqui no bairro e não tinha problemas com ninguém”, desabafa.

Ainda de acordo com a Polícia Civil, o corpo segue no IML para coleta do material necessário para o exame de DNA, que irá confirmar a identidade do garoto. Ainda não há previsão de liberação do corpo para o velório.

O caso será investigado na delegacia de homicídios de Ribeirão Neves.

 

Tags:
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600
 
Dalmir
Dalmir - 19 de Julho às 23:21
Eu não compreendo nem aceito mais que um jornalista possa relacionar a palavra "homossexual" num crime deste como critério ou condição, assim como é dispensável a publicação da foto da criança em vida.
 
Chacall
Chacall - 19 de Julho às 22:47
Nessas horas, não se discute a sexualidade do assassino. Aconteceu um assassinato com graves requintes de crueldades contra a vida de uma criança. Sabemos que, o covarde assassino está lendo essas notícias. É melhor o culpado se entregar e que a justiça seja feita com prisão perpétua.
 
ANTONIO
ANTONIO - 19 de Julho às 21:57
Eduardo Domingues. Um pedófilo pode ser homossexual ou heterossexual. Na verdade, a maioria dos pedófilos são pais de família e heterossexual. E pedófilos abusam de garotas ou garotos, mas tem de ser criança para satisfazê-las.
 
Cristiano
Cristiano - 19 de Julho às 21:50
A Cumpanheirada tá se sentindo ofendida! Uiii...
 
Guy
Guy - 19 de Julho às 21:25
Eu não sei o que é pior, se o crime ou o comentário desta anta desta maria ribeiro.
 
Guy
Guy - 19 de Julho às 21:24
Eu não sei o q
 
Full
Full - 19 de Julho às 21:24
Impressionante como essa maria ribeiro vem aqui só para postar imbecilidades. E, o pior, é que a moderação publica.
 
felipe
felipe - 19 de Julho às 21:20
Não devemos esperar coisas boas de meios de comunicação como TV ALTEROSA e ESTADO DE MINAS. São AMADORES e TENDENCIOSOS. A TV Alterosa so sabe criticar a PMMG e puxar sardinha pra bandidagem. A Maria Ribeiro foi feliz com seu comentário.
 
SERGIO
SERGIO - 19 de Julho às 19:43
Realmente, não precisava citar que era homossexual. Mas eles sempre fazem isso. "Ex-policial é preso assaltando farmácia". Pra que citar isso? Até se darem conta que o vagabundo foi EXPULSO da corporação, já queimou o filme há muito tempo! Lamentável.
 
Eduardo
Eduardo - 19 de Julho às 19:36
Prezada Maria Ribeiro: questão de definição. Atividade sexual com o sexo oposto denota heterossexualidade. Atividade sexual com o mesmo sexo denota homossexualidade. Agora, se o meliante estupra criança, independente do sexo, merece ser isolado da sociedade e receber a correção da justiça.
 
Gustavo
Gustavo - 19 de Julho às 19:34
Disse TUDO, maria ribeiro. Tem estuprador que escolhe meninos, meninas, ambos, velhas, novas, etc. Essa informação sobre a orientação sexual do foragido é puramente tendenciosa e irrelevante.
 
maria
maria - 19 de Julho às 18:44
Engraçado... nunca vi uma noticia em que uma menina é estuprada e fazem questão de notar que o estuprador é heterossexual. Aquela dos 8 caras que estupraram a menina, por exemplo. Qual a relevância dessa informação mesmo? "Queimar o filme" dos homos?