13°/ 24°
Belo Horizonte,
24/JUL/2014
  • (108) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Frescão de BH começa a circular na segunda BHTrans aposta em "frescões" com a missão de atrair motoristas para ônibus. Tarifa até 90% mais cara dá direito a ar-condicionado, TV e internet

Sandra Kiefer -

Publicação: 11/09/2012 06:00 Atualização: 11/09/2012 06:45

Veículos com padrão executivo começam a circular na segunda-feira com vários itens de conforto, mas com passagem mais cara e sem gratuidade.  (Alexandre Guzanshe/Em/D.A Press)
Veículos com padrão executivo começam a circular na segunda-feira com vários itens de conforto, mas com passagem mais cara e sem gratuidade.


Chique agora é andar de ônibus. Pelo menos é essa a ideia da BHTrans ao lançar o sistema executivo de transporte urbano, que começa a operar já na segunda-feira, inicialmente com as linhas Savassi-Buritis e Savassi-Cidade Administrativa. Pagando até R$ 5, quase 90% a mais que os R$ 2,65 cobrados dos ônibus bairro a bairro em Belo Horizonte, sem direito a gratuidade, o passageiro vai viajar em poltronas de veludo, com ar-condicionado, internet sem fio e TV. Mas o melhor de tudo é que serão 43 passageiros assentados, cada qual com seu cinto de segurança, em todo o trajeto. “Se insistirem muito, vão poder entrar seis passageiros em pé. Por lei, não serão aceitos mais do que isso”, garantiu ontem Daniel Marx, diretor de Desenvolvimento e Implantação de Projetos da BHTrans.

O novo sistema de transporte urbano da capital já recebeu o apelido de frescão porque, ao contrário dos fresquinhos do passado, que usavam micro-ônibus, trará ônibus de maior porte, em modelo executivo. “Nossa intenção é que as pessoas façam opção pelo ônibus, mas cada um terá de analisar o seu custo-benefício. O que podemos dizer é que o passageiro vai economizar em estacionamento, talões de rotativo e tempo, podendo trabalhar no notebook enquanto está no ônibus”, compara Marx.

Primeiras linhas servirão como teste para ampliação do serviço (Alexandre Guzanshe/Em/D.A Press)
Primeiras linhas servirão como teste para ampliação do serviço
As duas novas linhas servem como teste para a BHTrans e também para as empresas de ônibus. Dependendo da aceitação, outros itinerários podem ser criados. Se o serviço passar no teste, já está acertado para o ano que vem o atendimento a três novos itinerários: Belvedere-região hospitalar; Sion-região hospitalar e Avenida do Contorno (circular). “Mas podem ser criadas uma sexta, uma sétima linha. Vai depender de esse tipo de serviço ‘pegar’ em BH”, afirma o diretor da BHTrans, que também cogita uma rota turística.

Segundo Marx, os primeiros itinerários foram escolhidos com base em pesquisa de opinião, que identificou o maior número de pessoas dispostas a deixar o carro em casa nesses trajetos, talvez em função dos graves problemas de congestionamento. É o caso, por exemplo, da via de acesso ao Bairro Buritis na volta para casa. “Tem dia que levo uma hora de carro do BH Shopping até em casa, em função do trânsito. Depois das 17h, ninguém mais anda”, desabafa a engenheira ambiental Márcia Maria dos Santos, de 34 anos, moradora do Estoril. Se ela trocaria o volante do carro pelo frescão? “Sim, se isso ajudasse a desafogar o trânsito e a reduzir o estresse ao volante. Está muito complicado conseguir vaga na Savassi. Ou paro no estacionamento ou pago o triplo do preço de um rotativo a um flanelinha.”

O empresário João Gualberto Gonçalves, de 57, aceitaria a troca, se fosse um serviço de primeira qualidade. “Hoje, o maior problema é ficar duas horas no ponto de ônibus esperando”, compara. Segundo o morador do Buritis, dependendo da ocasião, o ônibus poderia representar economia ao considerar gastos com gasolina e estacionamento.

Só durante a semana

O novo serviço está programado para operar somente em dias úteis, das 6h às 19h. Até terminarem as obras para implantação do transporte rápido por ônibus (BRT) na Avenida Cristiano Machado, os frescões que levam da Savassi à Cidade Administrativa devem fazer o trajeto gastando de 40 minutos a uma hora. Já a linha Savassi-Buritis deve gastar de 25 a 40 minutos no itinerário (veja quadro).

Além de itens como vidro escuro, cortina e bagageiro, o novo ônibus executivo traz equipamentos que já são obrigatórios, mas nem sempre estão presentes nas linhas regulares: todos os veículos têm elevador, espaço para acomodar cadeiras de rodas e assentos preferenciais demarcados com cores diferentes, exclusivos para deficientes, gestantes, idosos e mães com crianças no colo. Apesar de ser totalmente adaptado, o frescão não estará coberto pela regra da gratuidade, pois, segundo a BHTrans, trata-se de uma tarifa especial, que escapa ao direito à passagem gratuita reservada ao transporte coletivo convencional.

Para o engenheiro civil Silvestre de Andrade Puty Filho, consultor e mestre na área de transportes e trânsito, a implantação das duas linhas pode trazer bons resultados. “Sou favorável à busca de alternativas em sistemas de transporte coletivo. As pessoas têm gostos variados, interesses distintos. Por isso é importante um serviço diferenciado, com melhor padrão de conforto, para atrair um novo público, que não está sendo bem atendido pelo sistema atual, ou que opta pelo carro próprio e táxi”, sugere. Para o engenheiro, a implantação das duas linhas será apenas o começo do serviço, que deverá ser ampliado a partir de estudos de viabilidade e demanda de público. (Com Landercy Hemerson e Bruno Freitas)

A versão que não decolou
Arnaldo Viana

Mineiro é muito “seguro” com dinheiro. Talvez, por isso, os fresquinhos (microônibus) entre as décadas de 1970 e 80, que faziam itinerários passando por avenidas como Contorno e Getúlio Vargas e pelo Bairro Santo Antônio, não tenham decolado. Eram bem mais caros que o coletivo convencional, apenas pela refrigeração. A proposta era oferecer um serviço executivo. Só que na época a demanda na cidade não era tão grande. E como ônibus não é táxi, não levava o cidadão aonde ele queria. Além disso, BH ainda não estava asfixiada pelo tráfego. Como gato escaldado tem medo de água fria, estão reativando o frescão com passagem um pouquinho acima da cobrada pelo ônibus convencional e ainda TV e internet sem fio a bordo, o que a tecnologia na época não permitia. O itinerário vai servir mais a quem trabalha na Cidade Administrativa ou a quem precisa resolver pendências com o governo. Assim, pode até vingar.

Confira os trajetos


Os trajetos

Linha Cidade Administrativa/Savassi
Ponto de partida na Rua Alagoas (Savassi), em frente ao número 1.485. Ponto final na Cidade Administrativa.
Itinerário: Avenida Cristóvão Colombo, Praça da Liberdade, Rua Gonçalves Dias; avenidas João Pinheiro, Álvares Cabral, Afonso Pena; Rua Espírito Santo, Avenida do Contorno, Viaduto Leste, Túnel da Lagoinha, Avenida Cristiano Machado (pista exclusiva), MG-010, com acesso ao túnel e às vias internas da Cidade Administrativa.

Retorno: Cidade Administrativa, MG-010, Avenida Cristiano Machado (pista exclusiva), Túnel da Lagoinha, Viaduto Leste, Avenida Oiapoque, Rua São Paulo; avenidas Afonso Pena, Álvares Cabral e João Pinheiro;
Rua Gonçalves Dias, Praça da Liberdade, Avenida Cristóvão Colombo, Avenida do Contorno e Rua Alagoas, com ponto final em frente ao nº 1.485.

Pontos na Área Central

Rua São Paulo, 190, entre Rua dos Guaicurus e Av. Santos Dumont;
Rua São Paulo, 366, entre Rua dos Caetés e Av. Afonso Pena (SESC - São Paulo);
Av. Afonso Pena, 776, entre Av. Amazonas e Rua dos Tamoios (Praça Sete – Banco da Lavoura);
Av. Afonso Pena, 1270, entre Rua da Bahia e Av. Álvares Cabral (Correios);
Av. João Pinheiro, 140, entre Av. Álvares Cabral e Rua dos Guajajaras (Praça Afonso Arinos);
Av. João Pinheiro, 450, entre Rua dos Aimorés e Rua Bernardo Guimarães (Escola Estadual Afonso Pena);
Praça da Liberdade, entre Rua Gonçalves Dias e Av. Brasil (Circuito Cultural – Praça da Liberdade 1);
Av. Cristóvão Colombo, 629, entre Praça da Liberdade e Rua Sergipe (SERVAS),
Av. Cristóvão Colombo, 135, entre Av. Getúlio Vargas e Rua Fernandes Tourinho (Savassi - Pátio Savassi 1);
Rua Alagoas, 1463, entre Avenida do Contorno e Av. Getúlio Vargas (Ponto Final);
Av. Cristóvão Colombo, 480, entre Rua Alagoas e Rua dos Inconfidentes;
Praça da Liberdade, 153, entre Av. Brasil e Rua Gonçalves Dias (Circuito Cultural – Praça da Liberdade 2);
Av. João Pinheiro, 613, entre Rua Gonçalves Dias e Rua Bernardo Guimarães (Xodó);
Av. João Pinheiro, 195, entre Rua dos Timbiras e Rua dos Guajajaras (Associação Médica);
Av. Afonso Pena, s/nº, entre Av. Álvares Cabral e Rua da Bahia (Teatro Francisco Nunes);

Linha Buritis/Savassi
Itinerário circular: Partida da Avenida Professor Mário Werneck em frente ao nº 3.015, seguindo elas Rua José Rodrigues Pereira, avenidas Raja Gabaglia e Álvares Cabral; Rua Rodrigues Caldas, Rua Antônio Aleixo, Avenida Brasil, Praça da Liberdade; avenidas Cristóvão Colombo, Getúlio Vargas, Contorno e Olegário Maciel; Rua Santos Barreto, Avenida Álvares Cabral, Raja Gabaglia, Rua José Rodrigues Pereira, avenidas Engenheiro Carlos Goulart e Mário Werneck; ruas Maria Heilbuth Surette, Eli Seabra Filho e Henrique Badaró Portugal; Avenida Mário Werneck, com ponto final em frente ao nº 3.015.

Pontos na Área Central
Av. Álvares Cabral, 1881, entre Av. do Contorno e Rua Santos Barreto (Ministério Público de Minas Gerais 1);
Rua Prof. Antônio Aleixo, 601, entre Rua Santa Catarina e Rua Curitiba (Antônio Aleixo c/Santa Catarina);
Rua Prof. Antônio Aleixo, entre Rua Espírito Santo e Rua da Bahia (Minas 2);
Av. Cristóvão Colombo, 629, entre Praça da Liberdade e Rua Sergipe (SERVAS), (PED 323A);
Av. Getúlio Vargas, 1460, entre Av. Cristóvão Colombo e Rua Alagoas (Savassi - Galeria Savassi);
Av. Getúlio Vargas, 1620, entre Rua Fernandes Tourinho e Av. do Contorno (Hotel Boulevard Plaza);
Av. do Contorno, 6608, entre Rua Levindo Lopes e Rua da Bahia (URBEL 1);
Av. do Contorno, 7060, entre Rua Rio de Janeiro e Rua Fernandes Tourinho (Estadual Central 1);
Av. do Contorno, 7510, entre Rua Santa Catarina e Av. Olegário Maciel;
Av. Álvares Cabral, 1884, entre Rua Matias Cardoso e Rua Araguari (Ministério Público de Minas Gerais 2).

Esta matéria tem: (108) comentários

Autor: Ilma Oliveira de Azevedo Coelho
O PESSOAL PAGA NUMA CERVEJA 4,80 E NAO RECLAMAM, AGORA QUANDO APARECE UM TRANSPORTE DE QUALIDADE AI CRITICAM? ME POUPEM OK | Denuncie |

Autor: Ilma Oliveira de Azevedo Coelho
Acho engraçado os comentários, todo mundo critica o transporte EXECUTIVO que esta em teste, torço que de certo, no RIO O FRESCAO JA EXISTE HA MAIS DE 30 ANOS,referente ao preço o mineiro paga na cerveja 4,80 e nao reclama agora um transporte de qualidade reclama? para ne | Denuncie |

Autor: Thiago Lage de Castro E Fonseca
Só pelos itinerários propostos está claro que quem infla o trânsito de parte da cidade são os playboys da zona sul. Mas também só eles poderiam pagar uma passagem neste valor. A iniciativa é boa e espero que funcione. | Denuncie |

Autor: Wilson Zamboni
Acho muito interessante, eu mesmo deixaria o carro tranquilamente em casa, e como trabalho com consultoria em informática eu ando de carro o dia todo, e adoraria deixar de me submeter ao trânsito, por esse valor é bem viável | Denuncie |

Autor: Lincoln Oliveira
Acordem Belohorizontinos antes que seja tarde. Acessem www.foralacerda.com.br | Denuncie |

Autor: Lincoln Oliveira
rrrrrrrrrrrrrrrrrrsssssssssssssss.kakakakakakakakakakakakakaka.este cara é maior humorista do mundo.Vai começar o metrô semana que vem,(Barreiro NÃO!) vai começar as obrs das UPAS (20), vai começar os estacionamentos subterraneos (5)vai colocar frescões até lá na nova cintra. Viu como o home é bão! | Denuncie |

Autor: Saulo Brandao
Como bom mineiroo...rs..!! gostaria de saber a linha exclusiva para meu Bairro Nova Cintra x Nova Vista..!só tem tubarao..!! quando teremos os nossos frescoesss...?? Queremos de preferencia sem trocador...e sim comissaria de bordo..!! nova é claro!! | Denuncie |

Autor: Arnaldo Costa
Gostei muito da solução. Vou utilizar para ir diariamente para o meu trabalho na Cidade Administrativa. Que venham outras soluções para o trânsito. | Denuncie |

Autor: Lincoln Oliveira
Até que enfim o prefeito das obras(ele é OBREIRO,"OBRA" e fede mesmo)Separou a classe pobre,acima de 60 anos não entra de graça,deficientes idem.Os taxis não tem ar condicionado porque não cobrar nesse frescão "BANDEIRADA"tambem?Qto a reclamações do metrô vçs. são pobres contente com as promessas. | Denuncie |

Autor: JANE SOARES
Estamos falando de transporte executivo, para um público diferenciado, e me aparece uma anta pra falar em Barreiro. É brin-ca-dei-ra. | Denuncie |

Autor: Pedro Calais Guerra
Quanta crítica.... Vcs conseguem transformar até notícia boa em notícia ruim. Tudo pela necessidade de mostrar "vcs não me enganam e vai dar errado". Achei a ideia interessante, tomara que funcione! :-) | Denuncie |

Autor: Jairo O. Salles
Transporte executivo???????????Onde?Me faz rir que eu gosto,mas que piada.KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK | Denuncie |

Autor: Jairo O. Salles
E outra...Sr. Marcio Lacerda está lançando esse serviço antes das eleições pra enganar os trouxas.Fixem bem o que vou dizer...Não dou um ano pra eles tirarem esses caminhonibus com ar de circulação como aconteceu com os fresquinhos.Que voltem os onibus com motor central ou traseiro e susp. a ar. | Denuncie |

Autor: Jairo O. Salles
Esse sistema já está nascendo morto.Colocar esses ultrapassados onibus com mola de caminhão e motor dianteiro só porque tem ar condicionado com preço 90% a mais do as outras carrocinhas e querer que o povo deixe o carro em casa,só se for burro ou idiota.Êta país difícil,chamar isso de transp. público | Denuncie |

Autor: alvaro paiva
hey people. moro no interior.Se quiserem arrumo uma tropa de burro daqui para fazer o transporte aí, quem sabe resolve o problema! | Denuncie |

Autor: Luiz Leal
Sugiro a todos que peguem um ônibus do barreiro ao centro, no horário de pico, p/sentirem na pele o que é desconforto e descaso do poder público. O trajeto é muito maior e muito mais desgastante e merecia ter ônibus com mais conforto. Não aquelas banheiras mecânicas que circulam pela cidade. | Denuncie |

Autor: Luiz Leal
Se a ideia fosse para todos os ônibus da capital, ou pelo menos para as linhas troncais, eu ate concordaria. Mas enquanto a BHTrans faz esse tipo de segregação, as linhas do barreiro ficam cheias de baratas, os ônibus são desconfortáveis, barulhentos e demoram uma eternidade p/chegar ao destino. | Denuncie |

Autor: Rodrigo Ribeiro
Que levem a ideia adiante!!! Muitos mais onibus destes e pistas exclusivas... Nao adianta deixar o carro em casa e ficar preso no engarrafamento de outros. Criar um incentivo pela troca... | Denuncie |

Autor: Rodrigo Ribeiro
Francisco, ser reconhecido eh otuimo...pena que no seu caso SOMENTE ela te reconhece. Fica triste nao....garoto orgulho da manha e VERGONHA de todos os compatriotas!!!! Anda a pe o demente!!! | Denuncie |

Autor: wesley wess
Daqui a pouco vão dizer que essa é a solução para o transporte em BH... e o metrô novamente vai para o limbo do esquecimento. | Denuncie |

Autor: Flavio
A despeito de alguns comentários dizendo que o conforto do ônibus faria um transporte público melhor. A grade de horários, os ônibus sempre lotados, alem da própria conservação dos ônibus contribuem para afastar os usuários. Quem aguenta uma média de 60 minutos em pé num ônibus lotado? | Denuncie |

Autor: Flavio
Eu acho legal essa idéia de "preço Brasil", na cidade de Sevilha, na Espanha, todos os ônibus são equipados com ar condicionado e o usuário não paga mais por isso. Será que é uma cidade tão mais rica que BH? Por falar em riqueza, cadê o metrô que era promessa para a copa??? | Denuncie |

Autor: Helbert DF
Não sei o que é pior, se é o trajeto Buritis->Savassi ir pela Raja Gabaglia ou os comentários aqui. Sobre o valor, achou caro não usa, simples assim. | Denuncie |

Autor: Full Metal Jacket
Eu aprovo a idéia e digo mais: tá muito barato. | Denuncie |

Autor: JANE SOARES
Se esse Sérgio Dourado cair de 4 numa área verdinha, ele não levanta mais. Que N Sra dos Arreios e São José das Cangalhas que proteja essa alma. | Denuncie |

Autor: SERGIO DOURADO
O Brasil enche a boca p falar q é a 6ª economia do mundo:mas quem diria isso vendo o serviço público q é prestado,como o de transporte urbano?Sem falar na educação,segurança pública,distribuição de renda,q praticamente n existem,só se for c bolsa-esmola... | Denuncie |

Autor: Daniel Camargos Frade
"Cidade evoluída não é aquela em que os pobres têm carro mas aquela em que os ricos utilizam o transporte público". O detalhe é que, sejam pobres ou ricos, TODOS utilizam o MESMO sistema. Princípio básico da igualdade social. já basta a desigualdade de renda e oportunidades. Legitimar isso é vergonha | Denuncie |

Autor: SERGIO DOURADO
Ônibus modernos e de qualidade,deveriam ser matéria obrigatória na prestação de serviço de transp. públ.,já q a lei de concessões -8.987/95-já prevê os requisitos q o concessionário deve preencher pra ter o serviço,como tarifa módica,aparelhos modernos,cortesia na prestação do serviço e outros.E aí? | Denuncie |

Autor: SERGIO DOURADO
O problema é q já pagamos impostos demais pra tudo q melhorar,ter q pagar mais.Acho q o q os empresários de linhas de ônibus -famosos por fazerem ameaças a quem defende o cidadão e a lei e n o bolso cheio deles-já ganham o suficiente para modernizarem a frota.A pref. passa a mão na cabeça deles... | Denuncie |

Autor: SERGIO DOURADO
O q parece "chique",na verdade é o comum em país civilizado,q respeita o seu cidadão e n o enxerga como burro de carga de impostos q nunca são devolvidos c serviços de qualidade.Isso deveria ser padrão e n exceção:mas aqui,c o povo acostumado a só tomar ferro,ônibus c ar condicionado é luxo:q pobreza | Denuncie |

Autor: SERGIO DOURADO
E como chamar as atuais carcaças de ônibus q estão disponíveis:micro-ondas?Infelizmente temos uma sociedade de empresários q nadam de braçada em cima dos usuários de transp. públ.,sem qualquer cuidado da Adm. Públ. nesse quesito.São desconfortáveis,caros,quentes e c motoristas mau educados:n todos.. | Denuncie |

Autor: Daniel Camargos Frade
A proposta é interessante mas, enquanto isso não for estendido a toda população, continuaremos com os engarrafamentos como estão. A prefeitura poderia subsidiar parte da tarifa pois, somente oferta de veículos e conforto fará as pessoas deixarem os carros na garagem e é claro, nem todos pagarão R$ 5. | Denuncie |

Autor: Felipe phell-=
Pelo que parece, esses ônibus serão alvos de assalto fácil, fácil ... | Denuncie |

Autor: Francisco FERREIRA
Rodrigo ! desconfiava q esta jane tivesse parente.Felizmente tenho mãe sim.O que parece não ser parece o seu caso.Depois q democracia ñ é o q vc pensa, mesmo pq sua IMBECILIDADE demonstra isto. Idiota de plantão.vai cheirar rabo de cachorro trouxa.Maior beleza é ser reconhecido pela mãe. | Denuncie |

Autor: PAULO SILVA
Repetindo: A BHTRANS NÃO APITA NADA PARA METRÔ. QUEM É O DONO DO METRO É O GOVERNO FEDERAL - CBTU = Companhia BRASILEIRA de Trens Urbanos, sede em Brasília. Seus funcionários são Federais, não municipais. Xingam o governo / órgão correto!! | Denuncie |

Autor: PAULO SILVA
Quanto ao frescão, execelente inciativa. Estava faltando. Já ando de ônibus normal, agora vou esperar a linha prevista para o Sion-hospitais e virar freguês. Já não queria comprar outro carro, agora menos ainda. Carro é cois do século XX. Estamos na segunda década do século XXI. | Denuncie |

Autor: PAULO SILVA
Pessoal, o metrô de bh é gerenciado pela CBTU, órgão Federal. Ou seja, a prefeitura e bhtrans, bem como o governo estadual, podem sugerir obras, mas quem resolve e libera o dindin, gerenciar o dia-a-dia, ou seja, o DONO, é governo Federal,cuja chefe do momento é a Dilma. | Denuncie |

Autor: Prime Time 85
Beleza, MAIS TROMBOLHO passando pela Raja. Palhaçada, nem pra fazerem uma trincheira entre a Raja e a Barão, os congestionamentos estão cada dia maiores naquele ponto. | Denuncie |

Autor: Luciana Grimaldi
Adorei a disponibilidade da JANE SOARES... ela desenha muito bem para quem nao entende. | Denuncie |

Autor: Alex Alex
Não fazer onibus para bairro de classe alta que já tem 2 a 3 carros na garagem por conta deles. | Denuncie |

Autor: Alex Alex
Parabéns BHgrana(BHtrans) , mais uma forma de ajudar a encher seu bolso , outro fator interessante é fazer a linha burguesia, o mais correto seria botar ar condicionado nesses paus velhos caindo aos pedaços que estão rodando na rua , para a população que realmente precisa e manter o valor de 2,65. | Denuncie |

Autor: Luciana Grimaldi
Eu vou continuar de helicóptero... vereadores: BH precisa de mais helipontos, please!!! | Denuncie |

Autor: Rodrigo Ribeiro
Transporte público começa pelas rotas rentáveis. Estas darão subsídios as rotas que o preço terá de ser mais baixo. Ou vocês não virão um sujeito reclamar do preço de R$ 5,00?? È simples, Zona Sul irá subsidiar o Barreiro e isso é justo correto e deve ser assim!! Ou o rico não deve subsidiar o pobre | Denuncie |

Autor: Fernando Carvalho
Meu Deus!!! As pessoas querem é se mover!!! Não luxo!!! Ainda caro!!! Onde está o metro? Mais benefícios para os donos das empresas de onibus??? Ôôô cartel.... | Denuncie |

Autor: Teo Fernandes
Vamos deixar de sermos hipócritas. Em qualquer lugar do mundo existe diferenciação de classes sociais. | Denuncie |

Autor: Marcelo Matos
Para Venda Nova nada, só para os burgueses que tem carro. | Denuncie |

Autor: Marcelo Patrocinio
Na Raja? Melhor colocar uns carros de boi - mais rápidos e seguros. | Denuncie |

Autor: Rodrigo Ribeiro
Francisco, democracia é poder falar o que quiser. Ou pensar de forma distinta. Aposto que sua mãe te acha bonito e inteligente, eu te acho uma besta! Viu?? Opiniões distintas... | Denuncie |

Autor: Luiz Leal
Enquanto isso o povo do Barreiro sofre no caos da Av. Amazonas. | Denuncie |

Autor: Francisco FERREIRA
Nó...esta jane deve está na pagina errada.Muito mal educada.E quer falar de area urbana,deve ser quadrupede que nem carro aceita.Liga não, LUIZ, ha quem confunde isto com democracia. | Denuncie |

Autor: Rodrigo Ribeiro
Excelente comentário, Jane. Luiz Leal, fica no trânsito e não venha ao site!!! | Denuncie |

Autor: Rodrigo Ribeiro
Bando de babaca! Fica então no seu carro mil pago em 48 prestações, seus recalcados! Não vejo a hora de usar.,..é o começo> Amanhã, faixas exclusivas. Ficarei lendo no meu ônibus enquanto os senhores se atrasando... | Denuncie |

Autor: Eduardo Tavares
Agora virou febre privilegiar o trecho entre zona sul e Cidade Administrativa, é o poder em MG trabalhando em causa própria. BH quase pára por causa do trânsito, mas se os "administradores" da cidade conseguirem se deslocar, ótimo. Até parece que lá tem tanta gente que trabalha de verdade! | Denuncie |

Autor: Anderson Lima
A cada dia que passa fico mais desesperançoso em relação ao Brasil. Nunca vi tamanha ignorância no mundo! Somos mesmo portugueses! Cadê o metrô meu Deus do céu? CADÊ O METRÔ???? | Denuncie |

Autor: Adalton Célio de Oliveira
é isto ai! ir ao centro de carro e sem ter flanelinhas enchendo o saco | Denuncie |

Autor: Luiz Leal
Pelo histórico que BH apresenta, em "privilegiar" o transporte rodoviário em detrimento do ferroviário, suspeita-se que alguém sairá lucrando com esse trasporte de luxo. Tipo: "Vamos tapiando o povo com isso e ganhando dindin". Empurrar o problema com a barriga virou tradição na BHTRANS. | Denuncie |

Autor: Luiz Leal
Querida Jane. Acho que vc precisa ter um pouco mais de educação para tratar opiniões divergente à sua. Educação e respeito é bom e todos nós gostamos. Se vc possui uma opinião diferente, argumente. Não dê "coice (jegue sou eu?) naqueles q não concordam com vc. HAVE A NICE DAY. | Denuncie |

Autor: sebastiao dipaula
Políticos, por favor, o que resolve o problema de transporte de massa é o metrô, ônibus, por mais confortável que seja, tende a tumultuar o já caótico trânsito de BH, eles seriam úteis se tivesse linhas de metrô funcionando, concordam. | Denuncie |

Autor: Eduardo
Concordo com a Jane e ao Luiz Leal digo que não é só BH, O Rio já utiliza esse serviço há décadas e tivemos aqui em BH esse serviço que foi desativado, é um incentivo, uma opção para quem puder utilizar e deixar seu carro em casa. É um teste e se pegar é válido sim. | Denuncie |

Autor: Sandro Magalhães
Que coisa, sou mineiro de BH, porem hoje moro no norte do E.S, e na minha cidade há um frota aqui chamada de "pinguin", por ter ar-condicionado e banco estofados e reclináveis, mas a diferença de preço para o convencional é de 0,25 centavos...mas pareçe que em BH hoje tudo pode!?!? | Denuncie |

Autor: JOSÉ HILTON SANTOS
É a mafia do transporte publico em ação, a solução para o transporte publico de qualidade é o metro, a BHtrans é imcompetente seus engenheiros de trafego são todos cabeça de bagre que não conseguem fazer nem transito de carroça no interior funcionar. Para os mafiosos do transporte será uma boa!! | Denuncie |

Autor: Alexandre Reis
Isso é absolutamente ridículo! 90% a mais só pelo ar condicionado? Elevador, espaço para cadeirante e bagageiro agregam pouquíssimo custo. Além disso, cadê os excelentes ônibus que já circularam por aqui, com piso baixo, motor traseiro e cambio automático? tudo isso justificaria uns 20% a mais e só. | Denuncie |

Autor: Luciano Pereira
Notaram que só irá fazer a linha da burguesia? Mais uma grande idéia para tumultuar mais o transito. Alguem tem que desenhar para o prefeito que metro não provoca congestionamento. Outro fato, BH não é roça, porque na roça as pessoas são educadas e prestativas. BH é o ninho da ignorancia lastimável | Denuncie |

Autor: Helbert DF
Deixa eu vi se entendi: A linha Buritis/Savassi vai descer a Raja ao invés de ir pela Nsa. Senhora do Carmo??? KKKKKKKKKKKKKKKKK Fico no meu carro! | Denuncie |

Autor: Romualdo Reis
Aliás, os complementares foram criados para um maior conforto dos usuários. Hoje são mais entupidos dos que os convencionais. Essa gente não aprende mesmo.MISERÁVEIS. | Denuncie |

Autor: Bruno M.
Se depender do apelido que ganhou já é fracasso mas espero que não... O grande X dessa questão aí é apenas um: SE PASSAR DE 1 EM 1 HORA OU ACIMA DISSO VAI FRACASSAR MISERAVELMENTE POIS QUEM LARGAR O CARRO NA GARAGEM NÃO VAI QUERER ESPERAR HORAS NO PONTO. | Denuncie |

Autor: Francisco FERREIRA
Engraçado...respeito a opinião de todos.Mas ñ dá pra vê tanta gente q ainda ñ desconfiou q p/ estes merdas de politicos,o povo tem q morrer.E sempre ficam c/ a mesma história e qdo chega as eleições reelege todos.Parem de reclamar e votem NULO,só assim.É milagre, o cara reelege e ninguém votou nele. | Denuncie |

Autor: JANE SOARES
Luiz leal, seu jegue, não se trata de atender pessoas diferenciadas, mas de uma motivação a mais para quem tem carro, deixá-lo em casa. Entendeu ou vai precisar desenhar? | Denuncie |

Autor: Luiz Leal
Ônibus para "pessoas diferenciadas". Só em BH mesmo essa piada de mal gosto. | Denuncie |

Autor: Romualdo Reis
Enquanto isso...o metrô, continua no século passado.O que poderia satisfazer centenas de milhares de pessoas inclusive os que eventualmente andariam nesses frescões. Ah! os nossos administradores não mudam; e se mudam é para pior. E o metrô hein???? | Denuncie |

Autor: valdenir costa
Olá bom dia. trabalho no transporte á mais de 30 anos, ônibus/taxi. ótima opção colocando o frescão, más poderia olhar para a classe media também. colocando 15 a 20 % da frota que tem em todas as linhas. exemplo a linha 5513 juliana tém 12 ônibus, poderia colocar 02 frescão. obrigado, e tudo de bom. | Denuncie |

Autor: Eduardo Dias
O problema é que a demanda será grande demais e não será possível confiar que será possível pegar o onibus. E se chegar ao ponto e ele passar sempre cheio? Nos convencionais eles vão entupindo enquanto der, se nesse tiver realmente um limite, vai ficar difícil garantir que será possível utilizar. | Denuncie |

Autor: Wagner alves
Não entendo porque não criaram a mesma linha, mas passando pela av. Antonio Carlos, visto que a pista exclusiva para onibus já está funcionando e a Cristiano Machado ainda encontra-se em obras e com muito congestionamento. Fica aí uma dica, fazer uma outra linha pela av. antonio carlos. | Denuncie |

Autor: Jefferson Neves
ROUBO! PREFEITURA SEMPRE PRIVILEGIA AS EMPRESAS DE ONIBUS PELOS PATROCINÍCIOS EM CAMPANHAS ELEITORAIS.SÓ QUE QUEM PAGA OS IMPOSTOS SOMOS NÓS USUÁRIOS. EMPRESÁRIOS DÃO ORDENS, MAS QUEM VOTA E ELEGE SOMOS NÓS.MAS NÃO É SURPRESA, PRA QUEM SÓ OLHA SAVASSI .CBTU REVELE POR FAVOR, PORQUE NÃO TEMOS METRÔ? | Denuncie |

Autor: francys souza
Literalemnte, roça GRANDR! 6onibus? KKKK | Denuncie |

Autor: francys souza
A Dilma já liberou a verba para o Metro! | Denuncie |

Autor: Janaina Lara
A ideia é interessante e tomara que funcione. Mas o preço é absurdo! 90% a mais que o comum. Quero ver é de quanto em quanto tempo eles vão passar nos pontos e ver se é possível chegar ao trabalho no horário certo. | Denuncie |

Autor: Robes Mendes
Precisamos de METRÔ!!! E ponto final. Depois que o PT assumiu o gov federal, BH não recebeu mais nenhum centavo p/ metrô. Temos que fazer igual aos paulistas: PT nunca mais!!! | Denuncie |

Autor: Edilson Guimaraes
É patética a fixação dessa gente (BHTrans, administrações municipais que se sucedem) por busão. Que adianta? Ar condicionado paraq ficar preso no trânsito? Que beleza!!! Estou entalado aqui, mas fresquinho! Que gentinha retrograda!KKKKKKKKKKKKKK Que gentinha atrasada! Estamos perdidos mesmo!! | Denuncie |

Autor: francys souza
Engraçado é o preço extorsivo, chique é andar de ônibus, KKK. O Loby dos emrpoesários do ramo relamente, é MUITO forte. | Denuncie |

Autor: Carlos Ma
Ei façam uma linha na Antonio Carlos . Eu pago R$ 250,00 de estacionamento no centro mais gasolina e o tempo perdido entre este percuso de 8 km . Mas não vou deixar o conforto do carro para ter que andar numa lata de sardinha sem ar condicionado . Então se houver esta opção de bus aí sim usarei . | Denuncie |

Autor: francys souza
E continua a paixão pelo ônibus. Trânsito caótico, péssimo serviço. metrÔ SÓ NO PAPEL! | Denuncie |

Autor: Diego NL
Infelizmente teremos uma nova modalidade de assalto em BH. Roubo de notebooks e tablets em ônibus executivos urbanos... | Denuncie |

Autor: Andreza Bhz
sabem pq não temos um metro de qualidade?pq os donos das empresas de onibus não deixam,sabem que a população não deixaria de usar o metro para ficar horas paradas no transito.kd as melhorias?amazonas uma zona todo dia,cristiano machado e antonio carlos ninguem anda.e nos?ficamos só ouvindo promessas? | Denuncie |

Autor: Andreza Bhz
sem falar nesses onibus velhos caindo os pedaços.os motoristas tbm não tem educação,adoram passar em cima de buracos,não reduzem em quebra molas,arrancam de qualquer jeito. ainda falam que temos uma das tarifas mais baratas do brasil?quanta ignorancia. | Denuncie |

Autor: Hermann Oliveira
BH quando esquenta é um calor das arábias, este tipo de transporte já devia estar em operação a anos... | Denuncie |

Autor: Andreza Bhz
balela e absurdo o valor de tarifa.no rio de janeiro o trajeto de um onibus da rodoviaria ate copacabana com ar condicionado a passagem custa R$ 2,75.prefeitura sem noção,quer jogar tudo em cima dos usuarios e vem falar que é melhoria?só mesmo para ingles ver e mineiro aceitar.somos pacificos demais | Denuncie |

Autor: Alexandre Araújo
O preço do tranporte público brasileiro é extremamente caro. Pelas tarifas praticadas, todos os veículos deveriam ter padrão executivo. Outro ponto é que o transporte coletivo vêm perdendo espaço pela falta de qualidade. Será que os empresários e os governos não perceberam que terão que mudar? | Denuncie |

Autor: Omega Menem
Ótimo!!, acho que é a primeira ideia boa da BHtrans, parabéns!! Agor depende da boa vontade e inteligencia das pessoas para utilizar este serviço, e lembrem que nas melhores cidades do mundo, gente chick utiliza transporte colectivo!!! outro assunto? BHTRANS, cade as faixas de pedestres????? | Denuncie |

Autor: Francisco FERREIRA
Acho interessante.BH precisa deixar de ser roça.Sugiro que a iniciativa privada participe,fazendo promocões e doando passagens,mesmo q por um periodo,depois o povo adere.Agora! Ñ venham c/ o saco de maldade depois.Autoridades e empresários são inconfiaveis.Os shopings q tem no trajeto podem aderir | Denuncie |

Autor: elias amorim santos
É brincadeira essa prefeitura BH é só as areas nobres ou caminho para aeroporto, outros bairros não tem direito a nada, acorda bh fora com todos principalmente com esse prefeito q não olha outras regionais a não ser centro/sul e caminho para confins, a pedro II comportaria esses onibus tranquilamente | Denuncie |

Autor: Ronaldo Askar
Bacana o projeto, mas para o transporte público funcionar de verdade todos os coletivos deveriam oferecer as condições apresentadas e dessa forma tanto o cidadão comum, quanto o elitizado, poderiam usufruir da mesma qualidade de serviço. Mesmo assim, apoio a iniciativa. | Denuncie |

Autor: Bruno Araújo
Ai nao vai ter funk | Denuncie |

Autor: Renata Guimaraes
Excelente iniciativa..trabalho na região da Savassi e creio que irá me atender. | Denuncie |

Autor: Eduardo Tavares
Sem dúvidas, é uma boa opção, mas privilegia uma parcela da população que não vai dispensar o carro próprio. Percebo que a classe mais alta tem à disposição luxo enquanto as demais permanecem na mesma situação, ônibus ruins e lotados, sem cumprir horários. Quem mais usa não tem benefício ou conforto. | Denuncie |

Autor: Rodrigo Ferreira
Tomara que seja PROIBIDO ligar funk no celular e colocar em alto e bom som pra todos ouvirem! | Denuncie |

Autor: Pedro Brito
Para o bem ou para o mal, seleciona mesmo. O alento é saber que, se pegar esse ônibus, não vou escutar funk no celular dos outros do Buritis até a Savassi. | Denuncie |

Autor: thiago Tolentino
Ora, se era por causa das obras as linhas tinham de atender a Zona NOrte, que tomam todos os dias a Antonio Carlos e a Cristiano Machado. Cidade Administrativa foi a única contemplada, por que será? todos onibus deveriam ter ar condicionado, a gente ta no sec XXI isso não é mais um luxo, povo gado | Denuncie |

Autor: de Minas Romeiro
A história dos "fresquinhos" dos anos 70 não é bem assim. Os ônibus tinham ar condicionado, mas os passageiros abriam as janelas para viajar com o braço do lado de fora. Eles tinham rádio FM (àquela época muito poucas, e com progrmação melhor), mas os motoristas mudavam para AM para ouvir a R Atalaia | Denuncie |

Autor: giovani simoes
Está ai mais uma vez a divisão de classe social. Porque não pensar no conforto ao trabalhador que ganha pouco e tem que enfrentar diariamente o sufoco para ir e vir do trabalho. Fico totalmente indignado com a postura da BH Trans visando o conforto dos empresarios pq não fz com que enfrentem o metro. | Denuncie |

Autor: Rodrigo Oliveira
De nada adianta um ônibus confortavel se as empresas não conseguem cumprir os horários. Várias vezes já tentei deixar o carro em casa pra ir de ônibus ao trabalho mas me arrepende por causa deste problema. BH Trans é o marco da incompetencia. | Denuncie |

Autor: renato araujo
Será que vão fornecer cobertor também para os dias frios???? Ou água gelada, suco, alguma coisa assim??? Melhor do que isso é fazer como eu, é ir morar no interior, numa cidade bem pequena, sem trânsito aí não precisa nem ônibus nem carro, vai a pé mesmo, é melhor pra saúde. | Denuncie |

Autor: renato araujo
A BHTrans tem que buscar primeiro soluções para o trânsito caótico de BH, pelo menos com esses ônibus vai ficar mais fácil passar horas e horas nos congestionamentos. Temos que ver o lado positivo das coisas, vamos poder acessar internet, tirar fotos da cidade, dormir confortavelmente......kkkkkkkk | Denuncie |

Autor: José Maria Soares
Vai dar muito certo. Acredito que a demanda sera maior do que a oferta de onibus no momento. O custo da passagem é menor do que os outros gastos com carro ou taxi. Eu trocaria e espero a oferta de mais linhas. O povo está consciente e quer aliviar o tráfego e o transito. | Denuncie |

Autor: Valerio Teixeira
O brasileiro deveria parar de achar que andar de ônibus é "coisa de pobre" e passar a utilizar mais as linhas públicas. Tenho carro e moto e, às vezes, venho de ônibus, para não estressar com trânsito e poder ler. Se houvesse essa linha no meu trajeto, passaria a andar somente de ônibus. | Denuncie |

Autor: Claudiomiro souza
È esse conforto que todos Belo Horizontino e Regiões Metropolitana querem,quem deixará o conforto do carro para andar nesse onibus sucatiado(DER)-(transimão)-Nesse onibus a Lei vai prevalecer não pode transportar pessoas em pé-qual é a seguranças dos sucatiados?- Versão do proprio diretor BHtrans. | Denuncie |

Autor: Júlio Araújo
Concordo com o Teo, não teremos favelados com o celular ouvindo funk. Agora faltou os carros terem suspensão pneumática para maior conforto, pois esses aí mesmo com ar, poltronas boas, ainda fica desconfortável por causa da suspensão dura demais. BH-Trans, vacilou nisso. | Denuncie |

Autor: Teo Fernandes
Pelo menos seleciona os passageiros. | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história efaça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.