Caminhão com ácido sulfúrico tomba e deixa dois feridos na BR-381, em Nova Era

Um policial civil, que passava pelo local no momento do acidente, foi atingido pelo material transportado pelo veículo de carga. O motorista do caminhão teve 90% do corpo queimado

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 16/07/2012 16:28 / atualizado em 16/07/2012 20:08

Estado de Minas , João Henrique do Vale

Bell Silva/Esp.EM

Uma carreta carregada com ácido sulfúrico tombou na BR-381 e deixou duas pessoas feridas na tarde desta segunda-feira. O acidente aconteceu no km 328, em Nova Era, Região Central de Minas Gerais. O vazamento do material interditou o trânsito na rodovia e atingiu o Rio Piracicaba.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o veículo de carga, que seguia sentido Belo Horizonte/Ipatinga, atingiu a mureta central da pista. Com a colisão, o tanque do caminhão rasgou e o ácido inundou uma viatura da Polícia Civil que seguia no sentido contrário. O motorista da carreta, Wilson Domingos Dias, de 58 anos, foi encaminhado ao hospital da região com 90% do corpo queimado. Devido ao grave estado de saúde, o condutor teve de ser transferido de helicóptero para o Hospital João XXIII.

O policial civil, Sérgio Vinícius Torres Pinto, 35 anos, que dirigia o veículo oficial da corporação, sofreu queimaduras de 1º e 2º grau e foi encaminhado para o Hospital São José, em Nova Era. Segundo a unidade, o estado de saúde dele é estável.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, parte do ácido atingiu o Rio Piracicaba próximo ao local do acidente. Militares conseguiram conter parte do material, porém, devido ao grande volume, parte do líquido atingiu o manancial. Segundo um morador da cidade, Valdecir Justino de Oliveira, a prefeitura alertou a população para não entrar em contato com a água do rio. "Carros de som estão alertando a população para não pegar os peixes que estão mortos e nem entrar no rio", disse Oliveira.

Bell Silva/Esp.EM


Pouco tempo após o acidente, moradores da cidade ficaram assustados com o cheiro forte do ácido e com a fumaça que saiu de alguns bueiros. “Eu estava em um prédio na Rua Adelino Felipe que teve de ser evacuado, pois os bueiros da rua estavam saindo fumaça. O local ainda é perto de um complexo educacional onde tem cerca de cinco escolas”, conta Valdecir Oliveira.

A secretária de saúde da cidade, Maria do Carmo de Castro Gonçalves, acalmou a população informando que não há riscos para as pessoas. “Não há perigo algum. O ácido vazou do caminhão e o material vazou para a canaleta do rio, mas não é nascente e não é nada que atinja a população. Já alertamos a comunidade ribeirinha a não entrar em contato com a água”, afirma a secretaria. Segundo Maria do Carmo, nenhuma pessoa precisou ser atendida na cidade por causa do ácido. Algumas cidades da região, como Antônio Dias, Coronel Fabriciano, Ipatinga, foram alertadas. Centenas de peixes morreram no Rio Piracicaba.

O trânsito no local segue interditado. Os motoristas que passam pela região estão tendo de passar por um desvio feito por dentro da cidade de Nova Era e por Itabira. "O trânsito pesado desviado, inicialmente, para as ruas da cidade coloca em risco nossas redes de água e esgoto, além das edificações, muitas históricas”, preocupa a prefeita de Nova Era, Laura Araújo. Segundo a PRF, o Corpo de Bombeiros ainda realiza o trabalho de limpeza da via. O trânsito só deverá ser liberado durante a madrugada de terça-feira, informou a corporação.

Eles Não Respeitam