SIGA O EM

Advogado diz que ex-motorista de Bruno sofreu duas tentativas de assassinato

A Polícia Militar confirma apenas uma tentativa de homicídio

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[]

postado em 28/08/2012 12:07 / atualizado em 28/08/2012 14:04

Maíra Cabral

O advogado do ex-motorista do goleiro Bruno, Cleiton da Silva Gonçalves, que chegou a ser suspeito de envolvimento no sumiço de Eliza Samúdio, disse na manhã desta terça-feira que seu cliente sofreu duas tentativas de homicídio nos últimos três dias. Segundo Lourivaldo Carneiro, a primeira tentativa, confirmada pela Polícia Militar, foi em um bar no Bairro Liberdade, em Contagem, Grande BH, no último domingo, quando Cleiton levou um tiro de raspão nas costas. De acordo com o advogado, no fim da tarde de ontem, Cleiton estava com a namorada dentro do carro, na mesma região, quando o veículo foi baleado e teve o vidro quebrado. A Polícia Militar não confirma o fato.

De acordo com Carneiro, seu cliente afirmou que as tentativas de assassinato não têm ligação com o Bruno, Macarrão ou com o ex-policial Bola. Para ele, a motivação é passional. O advogado vai esperar as investigações da Polícia Civil para decidir se pedirá medida protetiva para o cliente, que está escondido “em um lugar seguro”. “Eu não sei quem tentou matar, então não tem como pedir proteção. Ele falou que é por causa de mulher, mas não sabe quem são os autores”, diz o defensor.

Ainda segundo Lourivaldo Carneiro, as tentativas de assasinato são fatos isolados e não tem ligação com o sumiço de Eliza Samúdio, assim como a prisão de Cleiton em março. Na época, ele foi preso suspeito de ser o mandante do assassinato de Elvis Silva Camargo, morto com seis tiros dentro de uma churrascaria às margens da BR-040, em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Na ocasião, um grupo de quatro homens entrou no local e executou um homem . O homicídio foi registrado por câmeras de segurança.

O adolescente de 13 anos que também foi atingido por um tiro durante a confusão no bar em Contagem será ouvido hoje à tarde pelo Delegado Alex Araújo, de Ribeirão das Neves, para saber se ele tem algum envolvimento com o caso.

De acordo com a Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds), Cleiton tem passagens no sistema prisional desde 2007. Em março, ele foi encaminhado para o Centro de Remanejamento do Sistema Prisional (Ceresp) de Betim. Após conseguir um alvará de soltura, o ex-motorista do goleiro Bruno saiu da prisão em 12 de maio.
Tags:
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600