Quantas vezes você se masturba por semana? Você se masturba assistindo a filmes pornográficos ou vendo fotos de pessoas nuas? Essa é uma forma completamente errada de se masturbar, sabia? Não fique assustado, eu explico. Você talvez tenha aprendido a se masturbar assistindo a filmes pornográficos. Provavelmente você não teve direcionamento adequado, mas sei exatamente o que isso significa e acolho sua dor.


Talvez você não saiba, mas o vício em pornografia é tão sério que pode levar a problemas como: disfunções sexuais, isolamento social, problemas no relacionamento, dificuldade de se comunicar, ansiedade e até depressão.


O primeiro passo é tomar consciência de que o vício em masturbação pode levar a pessoa ao fracasso nos relacionamentos interpessoais e até nos negócios.


MUITO PRESENTE

Antes de começar, reserve um tempo para se conectar com o seu momento, seu prazer e suas sensações. É extremamente importante ter consciência de sua excitação. Troque a pornografia por contos eróticos. Você encontrará várias opções nos streamings de áudio, como Spotify e Deezer.


Busque um local tranquilo onde você se sinta confortável e sem distrações. Encontre uma posição de relaxamento deitado ou sentado, feche os olhos e respire profundamente algumas vezes, prestando atenção na sensação da respiração entrando e saindo do seu corpo.


A prática da atenção plena, também conhecida como mindfulness, tem sido aplicada em diferentes áreas da vida para promover bem-estar e autoconsciência. Combinando mindfulness e masturbação, você pode se tornar mais consciente do seu corpo e prazer, além de aprender a regular seu nível de excitação.
1. Começando com a consciência dos sentidos


Ao iniciar a masturbação, direcione sua atenção para os sentidos envolvidos na experiência. Tente focar em cada sensação à medida em que elas ocorrem. Observe, por exemplo, o toque de suas mãos na pele, as texturas e a temperatura. Esteja presente em cada momento, concentrando-se completamente nas sensações físicas.


2. Observando o fluxo de pensamentos
Durante a masturbação é comum que surjam pensamentos e distrações que possam interferir em seu foco. Utilize a técnica de mindfulness para observar esses pensamentos sem se envolver com eles. Tente se imaginar como um espectador neutro, apenas observando seus pensamentos e permita que eles venham e vão, sem julgamento ou apego a eles. Traga sua atenção de volta para as sensações físicas sempre que perceber que sua mente começou a divagar.


3. Conexão com a respiração
A respiração é uma excelente âncora no momento da masturbação, esteja sempre atento a ela. Sinta o movimento da sua respiração e a use como um ponto focal para retornar ao momento presente, sempre que for necessário. Se sua mente se dispersar, simplesmente dirija sua atenção para a respiração observando com cuidado.


4. Explorando sensações sutis
À medida que você se torna mais familiarizado com a prática de atenção plena durante a masturbação, comece a explorar sensações mais sutis do seu corpo. Sinta as áreas de prazer e excitação, à medida que elas surgem e desaparecem. Permita-se mergulhar nessas sensações, observando-as com curiosidade e aceitação.


5. Cultivando a gratidão
Enquanto você pratica atenção plena durante a masturbação, aproveite a oportunidade para cultivar sentimentos de gratidão pelo seu corpo e pela experiência. Reconheça e aprecie as sensações e os prazeres que está experimentando. Cultivar a gratidão pode ajudar a aprofundar sua conexão com o momento presente e aumentar seu prazer.


A masturbação é um momento de conexão com o corpo e com a sexualidade. Permita-se sentir, experimentar sensações e deixe sua mente vagar. Construa suas histórias e explore seus sentidos.