SIGA O EM

Policial é preso após ser reconhecido por vítimas de assalto no carnaval de Olinda

Militar estava com três aparelhos celulares e uma arma de fogo de domínio da Secretaria de Defesa Social

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[{'id_foto': 999617, 'arquivo_grande': '', 'credito': 'Foto: Reprodu\xe7\xe3o Di\xe1rio de Pernambuco', 'link': '', 'legenda': 'O militar foi conduzido para o Posto de Plant\xe3o instalado em Olinda', 'arquivo': 'ns62/app/noticia_127983242361/2016/02/08/732582/20160208172455953677a.jpg', 'alinhamento': 'center', 'descricao': ''}]

postado em 08/02/2016 17:17 / atualizado em 08/02/2016 17:25

Diário de Pernambuco

Foto: Reprodução Diário de Pernambuco
Um policial foi preso em Olinda, no domingo (07/02), por volta das 16h30. Clécio Luiz de Almeida Silva Filho, de 39 anos, foi reconhecido por pessoas que tinham sido assaltadas durante a folia. O soldado, lotado no Batalhão de Guarda da Corporação (BPGd), estava com três aparelhos celulares e uma arma de fogo de domínio da Secretaria de Defesa Social.

O militar foi conduzido para o Posto de Plantão instalado em Olinda, autuado em flagrante e, depois, encaminhado para o Centro de Reeducação da Polícia Militar (CREED), em Abreu e Lima. Ele foi preso por furto e formação de quadrilha, já que contava com comparsas.

Antes da prisão, policiais militares da Companhia Independente de Apoio ao Turista (CIATUR) e do Batalhão Especial de Polícia do Interior (BEPI) haviam sido acionados após relatos de que três homens estavam assaltando foliões na rua Treze de Maio, no Sítio Histórico.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600
 
sebastião
sebastião - 08 de Ferveiro às 18:28
Cacete nele; bandido deve entrar no couro, para tomar vergonha.