17°/ 30°
Belo Horizonte,
31/OUT/2014
  • (1) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Preso professor suspeito de divulgar imagens pornográficas de crianças e adolescentes


Diário de Pernambuco

Publicação: 27/08/2014 10:54 Atualização:

Após um ano de investigação, um professor foi preso sob suspeita de divulgar imagens pornográficas de crianças e adolescentes pela internet, nesta terça-feira (26). O homem, identidade preservada, de 37 anos, foi detido na casa em que morava, em Caruaru, Agreste de Pernambuco. Na residência, foram encontrados CD’s, DVD’s e discos rígidos com as imagens.

O suspeito foi autuado em flagrante por "possuir ou armazenar, por qualquer meio, fotografia, vídeo ou outra forma de registro que contenha cena de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente", crime previsto no Estatuto da Criança e do Adolescente (Artigo 241-B da Lei 8.069/90). A pena prevista varia de um a quatro anos de reclusão, sendo crime afiançável. Ao docente, foi arbitrada uma fiança de R$ 10 mil. Caso não consiga pagar, ele será encaminhado para a Penitenciária Juiz Plácido de Souza onde ficará à disposição da Justiça Federal.

O suspeito é educador em um projeto do Governo de Pernambuco com crianças, adolescentes e idosos em uma escola de Caruaru. Ao prestar depoimento, ele afirma que acessava sites de pornografia infantil há dois anos e trocava arquivos com outras pessoas via e-mail apenas para descobrir quem são os criminosos que atacam e molestam crianças. O professor ainda afirmou que nunca prejudicou qualquer criança, nem manteve relações físicas com elas.

A Polícia Federal de Pernambuco chegou ao endereço através de investigações junto a um grande provedor nacional de internet. As investigações começaram no início de 2013 e resultaram na deflagração da Operação Enigmah. A ação já cumpriu três Mandados de Busca e Apreensão expedidos - sendo dois em Caruaru (Petrópolis e Cidade Jardim) e um em Recife (Afogados). Só foram encontradas evidências no Agreste.

Histórico

Neste ano, apenas em Pernambuco, já foram desenvolvidas nove operações com o cumprimento de 34 Mandados de Busca e Apreensão, cinco prisões em flagrante e 20 cidades com registro de pornografia infantil foram detectadas. Ao todo, 17 suspeitos estão sendo investigados, alguns já foram indiciados e deverão responder ao processo em liberdade.

Esta matéria tem: (1) comentários

Autor: Nil matrix matrix
A PF deveria divulgar os retratos e nomes dos pedófilos na Internet que foram julgados e condenados para que a população possa se prevenir. | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.