20°/ 27°
Belo Horizonte,
21/OUT/2014
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Polícia indicia 18 por falha em documentação da boate Kiss

Agência Estado

Publicação: 19/07/2014 13:31 Atualização: 19/07/2014 19:09

A Polícia Civil de Santa Maria indiciou mais 18 pessoas por irregularidades nos processos de pedidos e emissão de licenças para funcionamento da Boate Kiss, em inquérito complementar ao que investigou o incêndio na casa noturna encerrado na sexta-feira (18).

A tragédia ocorreu em 27 de janeiro de 2013 e matou 242 pessoas. Dois sócios do estabelecimento e dois integrantes da banda que animava a festa estudantil quando o fogo começou já respondem a processo criminal por homicídios.

O inquérito complementar detectou que alvarás de funcionamento da boate foram emitidos com base em documentos inadequados ou com informações incompletas e acusa 11 pessoas por falsidade ideológica, uma por prevaricação, uma por fraude processual, três por falso testemunho e seis por crime ambiental, sendo que, desses, três são funcionários públicos. Algumas estão indiciadas em mais de um crime. Entre os acusados estão sócios da boate e familiares dele, empregados do estabelecimento e funcionários públicos.

O relatório foi encaminhado ao Ministério Público, que pode oferecer denúncia à Justiça, pedir mais investigações ou arquivá-lo. A Polícia também remeteu uma cópia à prefeitura, para providências administrativas cabíveis.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história efaça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.