20°/ 35°
Belo Horizonte,
20/OUT/2014
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Dilma destina recursos do PAC Mobilidade Urbana

Agência Estado

Publicação: 02/07/2014 21:07 Atualização:

Brasília, 02 - A presidente Dilma Rousseff assinou na noite desta quarta-feira, 2, contratos do PAC Mobilidade Urbana para a região do grande ABC paulista, além de anunciar investimentos para as cidades de Campos dos Goytacazes (RJ) e Rio Branco, capital do Acre. Ao contrário do esperado, não houve uma cerimônia no Palácio do Planalto para marcar a assinatura dos contratos - o ato foi feito em uma sala de reuniões, sem a presença de jornalistas, em uma rápida cerimônia aberta apenas fotógrafos e cinegrafistas.

Segundo a assessoria do Ministério das Cidades, foram assinados termos de compromisso de empreendimentos selecionados no PAC Mobilidade Urbana para as cidades de São Bernardo do Campo (R$ 97,6 milhões), Diadema (R$ 125 milhões), Mauá (R$ 90 milhões) e Rio Grande da Serra (R$ 41 milhões). Não foram informados os projetos beneficiados nem o prazo para a entrega dessas obras. São Bernardo do Campo também foi contemplada com a assinatura de um contrato de financiamento no valor de R$ 165 milhões para o corredor Norte e Sul, informou o ministério.

Também foi assinado termo de compromisso com o consórcio intermunicipal Grande ABC no valor R$ 31,6 milhões para elaboração de projetos de mobilidade urbana para municípios da região. No caso de Campos dos Goytacazes, Dilma destinou R$ 462 milhões para a implantação de um aeromóvel nos moldes do que existe em Porto Alegre (RS), no aeroporto Salgado Filho, informou a assessoria do Ministério das Cidades. A cidade também vai receber R$ 1 milhão para a elaboração de estudos de viabilidade técnica e econômica para a implantação de um VLT.

Rio Branco, por sua vez, receberá R$ 69 milhões para, entre outras coisas, construir uma ponte sobre o Rio Acre e implantar corredores de ônibus no centro da cidade. A presidente Dilma Rousseff tinha prevista uma viagem para Rio Branco no último domingo, onde entregaria unidades habitacionais do programa Minha Casa Minha Vida. A viagem foi cancelada em cima da hora sem qualquer justificativa.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história efaça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.