Aéreas já têm 25 autos de infração na Copa, diz Anac

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 16/06/2014 15:37

Agência Estado

Rio, 16 - A Copa do Mundo começou com poucos transtornos nos aeroportos do País. Segundo a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), foram aplicados apenas 25 autos de infração por descumprimento de direitos de passageiros desde o início do mundial.

"Não dá nem uma aeronave pequena da Azul", comparou Marcelo Guaranys, diretor-presidente da Anac.

A agência aplicou ainda 11 penalidades por fiscalização técnica, que incluem, por exemplo, permanência em solo por tempo maior do que o contratado ou documentos de pilotos com validade expirada.

Na aviação executiva, as punições a aeronaves que desrespeitam o horário de slot ou que ficam mais tempo no solo vão de R$ 7 mil a R$ 93 mil. Em Guarulhos, uma aeronave particular procedente da Nigéria recebeu a pena mais rigorosa por ter permanecido por mais de 24h em solo, sem intenção de decolar.

"Por ser aeronave estrangeira, a penalidade, além da multa, é que a Anac suspendeu a autorização dela de navegar no País. Então, além de multa, a aeronave está suspensa de operar no País", disse Guaranys. "Não tivemos maiores ocorrências durante esse período. Algumas excessos de permanência de solo, mas também dentro do padrão", afirmou.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.