13°/ 24°
Belo Horizonte,
24/JUL/2014
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Manifestantes voltam a protestar na saída do Maracanã

Agência Brasil

Publicação: 15/06/2014 22:09 Atualização:

Um grupo de jovens que participou da manifestação contra os gastos com a Copa, na Tijuca, zona norte do Rio, conseguiu furar o bloqueio da polícia e chegar perto do Estádio do Maracanã no momento da dispersão, após o jogo em que a Argentina venceu a Bósnia por 2 x 1.

Eles se posicionaram na escadaria que dá acesso à Estação Maracanã do metrô e gritaram palavras de ordem. A tropa de choque da Polícia Militar ficou perto do grupo por cerca de 20 minutos, mas liberou o local para a passagem das milhares de pessoas que se dirigiam ao metrô.

De acordo com a analista de relações internacionais Larissa Sampaio, o grupo se dispersou após o lançamento de bombas de gás lacrimogêneo na Avenida Maracanã antes da partida, mas voltou a se reunir e conseguiu chegar perto do estádio após o jogo.

”Eles (os policiais) nos encurralaram no Boulevard 28 de Setembro, em Vila Isabel, mas demos a volta e conseguimos chegar aqui. Também tentaram nos parar para revistar, mas como a polícia é despreparada, não conseguiu reter todo mundo”.

Antes mesmo do apito final, o público já se dirigia para o metrô. A movimentação foi intensa, com pessoas de todas as idades e falando diversas línguas se dirigindo com tranquilidade para o transporte coletivo recomendado pela prefeitura para chegar ou voltar do Maracanã.

Alguns brasileiros provocavam os vizinhos latino-americanos, gritando "Ô Argentina, pode esperar, a sua hora vai chegar". Cerca de 20 minutos após o termino da partida, a passarela que dá acesso à estação estava completamente tomada pela multidão, que seguia com calma. Muitos cantavam e gritavam de alegria.

O inglês Mark Jones veio ao Brasil pela primeira vez e gostou muito da organização do evento. "O estádio está ótimo, a partida foi muito boa, o transporte também foi tranquilo. Estou em Santa Teresa e vim de metrô, peguei na Glória. Eu amei o Brasil, pretendo voltar outras vezes".
Tags:

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história efaça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.