18°/ 23°
Belo Horizonte,
26/OUT/2014
  • (1) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Protestos marcam abertura da Copa no Brasil em pelo menos cinco estados A maioria dos grupos tentou invadir a área Fan Fest, da Fifa. Houve quebradeira, pessoas feridas e presas

Estado de Minas

Publicação: 12/06/2014 20:10 Atualização: 12/06/2014 21:37

Viatura da Polícia Civil foi virada por manifestantes em Belo Horizonte (Leandro Couri/EM/D.A.Press)
Viatura da Polícia Civil foi virada por manifestantes em Belo Horizonte

A abertura da Copa do Mundo no Brasil foi marcada por manifestações em pelo menos cinco estados do país. Apesar da maioria dos protestos ter registrado um número menor de pessoas em relação à Copa das Confederações no ano passado, grupos antiCopa marcaram presença em Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo, Distrito Federal e Rio Grande do Sul. Em Brasília, no Rio de Janeiro e em Porto Alegre, os grupos tentaram invadir a área Fan Fest, organizada pela Fifa para recepcionar torcedores. Em todos os casos houve quebradeira, pessoas feridas e presas.

Veja fotos dos protestos pelo país

Em São Paulo, os protestos começaram pela manhã. Por volta das 10h, o grupo Sem Direitos Não Vai Ter Copa se concentrou na Estação Carrão e a polícia militar teve que usar bombas de gás lacrimogêneo para dispersar os manifestantes que tentavam bloquear pistas próximas à Arena Corinthians. Na ação, duas jornalistas da CNN ficaram feridas. A repórter Shasta Darlington sofreu um pequeno corte no braço e a produtora Barbara Arvanitidis foi atingida no pulso. Durante a tarde, a estação Carrão e a Tatuapé foram fechadas por razões de segurança.

Em Brasília, as manifestações terminaram com duas pessoas detidas por incitação à violência e desobediência. A confusão teve início quando o grupo tentou se aproximar da área Fifa Fan Fest, espaço montado para recepcionar torcedores. Os policiais formaram um cordão de isolamento um quilômetro antes da entrada do evento e impediram a passagem do grupo, composto por aproximadamente 150 pessoas. A cavalaria da PM e homens do Grupo Tático Operacional (Gtop) também participaram da operação.

No Rio de Janeiro, manifestantes conseguiram chegar até a Praia de Copacabana, onde aconteceu o Fifa Fan Fest. A maioria do grupo era formada por Black Blocs, que tentavam invadir o espaço e uma loja que vendia artigos temáticos. A polícia conseguiu impedir o confronto e os manifestantes seguiram até o Centro Aberto de Mídia, onde ficam jornalistas brasileiros e estrangeiros. Nesse momento, a polícia deteve duas pessoas, o que gerou revolta entre os demais manifestantes. Um jovem foi atingido na cabeça por um objeto e precisou de atendimento médico. Os policiais chegaram a usar spray de pimenta para dispersar os manifestantes. Uma torcedora que estava em um bar foi presa por arremessar uma cadeira contra um manifestante.

Em Porto Alegre houve confronto com a polícia (REUTERS/Marko Djurica )
Em Porto Alegre houve confronto com a polícia

Em Porto Alegre, manifestantes entraram em confronto com a polícia. O órgão de segurança do estado informou que foram vários os detidos, mas não forneceu o número exato. O ato foi dispersado por volta das 17h. Os grupos também pretendiam chegar até o local da Fifa Fan Fest, mas não conseguiram.

Em Belo Horizonte, pelo menos 11 pessoas foram detidas e uma adolescente apreendida, segundo nota divulgada pelas Polícias Militar e Civil de Minas Gerais na noite desta quinta-feira. Jovens mascarados atacaram os prédios do INSS, Prefeitura, Cine Belas Artes, além de bancos e lojas. A ousadia dos vândalos impressionou quem passava pela Região Centro-Sul de BH. Eles entraram no Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MG) e viraram uma viatura da Polícia Civil. Bicicletas que estão expostas para aluguel também foram danificadas. Algumas agências bancárias foram destruídas.

Com informações da Agência Brasil, Agência Estado, João Henrique do Vale, Fernanda Borges e Alfredo Durães
Tags:

Esta matéria tem: (1) comentários

Autor: Walter Pereira
A Polícia Mineira tem que baixar o pau pra valer nesses vagabundos/vândalos. Além de quebrar o pau neles, prender todos até o final da copa. Depois da copa entregá-los para a Justiça. Só assim poderá acabar essa bagunça organizada por um bando de marginais. | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história efaça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.